OPINIÃO
14/01/2015 16:54 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

A tarifa sobe e o descontentamento também

"A anarquia ostenta duas faces. A de destruidores e a de criadores. Os destruidores derrubam impérios, e com os destroços, os criadores erguem mundos melhores" (V de Vingança).

O ano começou com uma notícia preocupante em vários Estados brasileiros: o aumento das tarifas do transporte público. O descontentamento da população seguiu o mesmo sentido e cresceu. Transbordou. Tanto que em São Paulo milhares de pessoas foram às ruas.

Nada muito diferente do ano passado, quando o aumento das passagens resultou em uma verdadeira guerra - culpa da polícia, de grupos violentos e da falta de organização dos movimentos. "A história se repete, mas a força deixa a história mal contada" (Engenheiros do Hawaii).

Não é por centavos, nunca foi. Existe uma razão muito mais profunda por detrás dos movimentos sociais e da mobilização urbana. O aumento das passagens é apenas um pretexto, a gota d'água. Infelizmente, as autoridades públicas teimam em negligenciar as mazelas populacionais.

A polícia como única resposta. Em 2013 a polícia teve um papel importantíssimo na contenção dos desajustados, delinquentes e vagabundos que se aglomeravam nas ruas das grandes cidades - é a imagem deturpada das manifestações, apresentada pela mídia oportunista e irresponsável. Nenhuma proposta de governo, nenhuma tentativa de comunicação real e verdadeira. Em 2015 a situação será a mesma.

Originalmente em Puta Letra.

Curta a gente no Facebook |
Siga a gente no Twitter

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para saber mais rápido ainda, clique aqui.