OPINIÃO
24/10/2014 12:01 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:36 -02

50 dilmas na derrota do Aécio

Depois dos primeiros debates aceitei, com um misto de pesar e tristeza, que Aécio governaria o país pelos próximos anos e eu seria obrigado a pagar uma grana aos amigos. Dilma estava apanhando feio.

ASSOCIATED PRESS
Aecio Neves, presidential candidate of the Brazilian Social Democracy Party, PSDB, looks on during a presidential debate in Sao Paulo, Brazil, Sunday, Oct. 19, 2014. Neves will face Brazil's President Dilma Rousseff, presidential candidate for re-election of the Workers Party, PT, in a presidential runoff on Oct. 26. (AP Photo/Andre Penner)

O discurso é inerente a política e o candidato do PSDB é referência no assunto. Sua capacidade de escapar às perguntas diretas e criar sentenças de efeito é incrível. Depois dos primeiros debates aceitei, com um misto de pesar e tristeza, que Aécio Neves governaria o país pelos próximos anos e eu seria obrigado a pagar uma grana aos amigos. Dilma Rousseff estava apanhando feio.

Mas em política nada é tão simples e a luta continua. Aécio perdeu o ritmo, se tornou repetitivo. Suas frases de efeito, como "não seja leviana", caíram na boca do povo. Era previsível que mais cedo ou mais tarde ele a usaria. Dilma, no que se refere... Bom, sabemos os cacoetes da Dilma.

As pesquisas eleitorais, essa espécie de divindade em que muitos acreditam e outros julgam uma farsa  - balela, conversa fiada - são uma verdadeira montanha russa. Dilma e Aécio ficam nesse empate técnico, alternando posições. Os apostadores especulam, fazem campanha e movimentam o mercado.

Que vença o melhor! Quer dizer, que vença aquele em que estou depositando os meus culhões. Alguém certamente dirá: cinquenta "dilmas" a menos ou a mais, o que importa? Ah, caro leitor, não queira ser pobre se Aécio Neves vencer essa disputa. Na melhor das hipóteses, Dilma leva essa luta e eu arrecado a verba para o almoço no dia seguinte à votação.

Siga o autor no facebook.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

TAMBÉM NO BRASIL POST:

Galeria de Fotos Viradas históricas das eleições desde a redemocratização Veja Fotos