OPINIÃO
15/09/2015 14:32 -03 | Atualizado 27/01/2017 00:31 -02

Inserir as crianças no 'mundo das notícias' é fundamental

2015-08-07-1438971425-5206599-CapturadeTela20150807s15.16.06.png

Será que crianças prestam atenção nas notícias veiculadas pelas mídias destinadas aos adultos? As crianças acompanham seus pais e outros familiares assistindo aos noticiários, lendo jornais ou revistas semanais. O que será que pensam quando veem as reações a notícias alarmantes ou repetitivas?

Muitos adultos costumam ler jornal diariamente e assistir aos noticiários da TV ou rádio. Possivelmente, discutem e comentam coisas lidas e ouvidas com outras pessoas, surpreendem-se, chocam-se, assustam-se, irritam-se, preocupam-se... demostram sentimentos diversos. As crianças acompanham esses movimentos, escutam, veem as imagens, tentam entender do que, afinal, se trata nessas folhas de papel grande ou na tela do equipamento que preferem ver outras imagens.

Considerar que as crianças estão envolvidas nesse universo possibilita que os adultos compartilhem com elas - com as devidas adequações - as notícias que as envolvem de alguma maneira.

Ultimamente, um assunto que está bastante em pauta é a falta de água na cidade de São Paulo. Todos os jornais gritam esse assunto em grandes reportagens. Imagine agora como a criança recebe isso. Qual é o efeito que essas noticias trazem para ela? Quando nós não entendemos algo que parece ser bastante sério, qual é a nossa reação? Talvez medo, talvez preocupação...

A criança que está atenta pode ficar perdida em um mar de informações mal interpretadas, gerando sentimentos ruins.

O que os adultos precisam fazer para apaziguar essa situação? Notícias como a da falta de água podem criar uma boa discussão.

Escolher algumas noticias para compartilhar com as crianças ajuda a clarear a situação e envolve-las no assunto. Afinal, atualidades são assuntos que também percorrem a mente infantil.

Utilizando o exemplo da falta de água, sugerimos o texto apresentado no site da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, no qual se tem algumas fontes para abordar a questão da água e os cuidados para ter um planeta sustentável.

Com a atual crise em mente, informar os pequenos o que se passa e o que podemos fazer para melhorar o mundo é importantíssimo. Dessa maneira, colocamos as crianças num papel bastante importante: o de cidadão!

LEIA MAIS:

- Quem disse que política não é coisa de criança?

-Pequenas corrupções: o que as crianças aprendem com elas?

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:



VEJA MAIS NO BRASIL POST:

10 séries de TV para quem gosta de política