OPINIÃO
10/12/2014 21:56 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Ei, Rachel Sheherazade: Deixe o Jair Bolsonaro para lá e vamos falar de Iron Maiden

Rachel Sheherazade deu razão para o discurso do ódio pregado por Jair Bolsonaro contra Maria do Rosário no Congresso Nacional. Apesar do alinhamento ideológico, a jornalista do SBT tem um ponto a seu favor: curte Iron Maiden \m/ ! E quando ela fala sobre a banda britânica, é bem melhor, e eu falo por experiência própria.

Montagem/Divulgação, AP e Estadão Conteúdo

As polêmicas declarações do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), sugerindo que "não estupraria" a também deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) "porque ela não merecia" acirrou os ânimos dentro e fora do Congresso Nacional. Certamente você e seus amigos também têm uma opinião própria sobre a polêmica. Se não viu, um recap abaixo:

Pois bem, várias pessoas conhecidas - incluindo jornalistas - opinaram sobre a polêmica. A grande maioria repudiou as palavras de Bolsonaro, um ex-militar conhecido por sua postura conservadora, de preceitos estritamente de direita e sem papas na língua para detonar políticas de direitos humanos. Ah, e defender da ditadura militar, o que não é novidade.

Também não foi novidade a jornalista do SBT Rachel Sheherazade - a mesma que foi denunciada pelo Ministério Público Federal (MPF) por suas declarações em defesa de um linchamento no Rio de Janeiro - ter uma opinião pró-Bolsonaro. Ela usou o seu site pessoal para defender o deputado fluminense, ao melhor estilo "a culpa é da vítima".

"Obviamente, essa troca de grosserias é lamentável. Esse não é o nível de embate político que os eleitores esperam de seus representantes. Mas, no vídeo da Rede Tv, fica claro que a dona Maria começou a provocação e, quando instigou à ira o seu oponente, não aguentou o tranco", escreveu, em referência a um bate-boca entre Bolsonaro e Maria, em 2003.

Naturalmente é difícil eu, alguém que não acredita em retóricas boçais como aquela que prega que "bandido bom é bandido morto" ou defende a redução da maioridade penal como política de segurança pública, não consigo me identificar com Bolsonaro, muito menos com as opiniões de Rachel Sheherazade. Mas, desde que não preguem o ódio, como fez o deputado, eles têm o direito de expressarem suas opiniões.

Mas, citando uma passagem pessoal, posso dizer que a jornalista do SBT tem uma vantagem sobre o parlamentar que tem saudades do AI-5: ela curte Iron Maiden! Parece piada, pensando em alguém com posições tão conservadoras ser fã da trupe de Steve Harris. Como ela disse certa vez ao pessoal do programa Pânico.

Há algumas semanas, em uma noite de insônia, acabei tendo a oportunidade de trocar uns tweets com a própria, falando exatamente da banda, a mais bem-sucedida do que ficou conhecido como o movimento New Wave of British Heavy Metal (NWOBHM), a nova onda do metal da terra da rainha, para os não iniciados no gênero. Um print do papo segue abaixo.

Ela prefere a fase Bruce Dickinson. Pelo menos nisso ela acompanha a maioria (Reprodução/Twitter)

Pois é, ela já ouviu falar até mesmo no Samson! Por isso mesmo que eu digo: Rachel Sheherazade, menos Bolsonaro e mais Donzela de Ferro, por favor. A gente agradece. Up the Irons! \m/

LEIA TAMBÉM

- #ForaBolsonaro: Internautas resgatam campanha #NãoMereçoSerEstuprada para pedir a cassação de Jair Bolsonaro

- Boechat alfineta Sheherazade: apresentadora também é responsável pela morte de mulher espancada por 'justiceiros'

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

Galeria de Fotos Estupro e #ForaBolsonaro Veja Fotos