OPINIÃO
22/07/2014 22:19 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

As primeiras cenas de José Mayer e Klebber Toledo como o casal gay de Império (VÍDEO)

Calma galera! Ainda não dá pra soltar fogos de artifício, mas já é de se aplaudir a apresentação de personagens gay menos estereotipada de todos os tempos. Leandro e Cláudio são gays, mas não são tão estereotipados como seus colegas personagens LGBT da dramaturgia brasileira.

Calma, galera! Ainda não dá pra soltar fogos de artifício, mas já é de se aplaudir a apresentação de personagens gays menos estereotipada de todos os tempos da TV brasileira.

Leandro e Cláudio, vividos pelos atores José Mayer e Klebber Toledo, serão (e podem sim, sr. Toledo-rs) chamados de bichas, viados, gays como este que vos escreve, mas pela primeira vez não são representações super estereotipadas como outros personagens da dramaturgia nacional.

É verdade que o take ainda não foi ao ar na telinha, mas um santo usuário publicou no YouTube um vídeo com 30 minutos da nova novela das 21h da Globo, Império, que estreou nessa segunda (21). Amém! A expectativa segundo os resumos é de que a primeira cena completa do casal apareça na TV nesta quinta (24).

O clipe exibido na festa de lançamento da novela apresenta aos 15 minutos de vídeo o casal na porta do apartamento de Leandro, e é tudo o que a gente esperava pra um bom início de trama. A cena inclusive foi a mais aplaudida no dia, segundo o UOL. Mas, o que ela tem de tão boa assim? Se você ainda não deu o play no vídeo abaixo, faça-o imediatamente.

Assista:

A cena

- Já vi que estava me esperando.

- Tava ansioso. Pensei que você não vinha mais...

- Desculpa se eu faltei ontem.

- Chega de ficar dando bandeira com a porta aberta. Alguém pode ver a gente aqui...

- Calma. Tava com saudade.

- Ah é?

- Então direto pro quarto!

Na sequência este editor e o telespectador em casa morrem do coração e de raiva por não verem as próximas cenas do casal na cama. Ok, um passo por vez. Mas, fiquei bem feliz de saber que esta será a primeira vez que assistiremos a uma insinuação de sexo gay de forma tão franca neste horário na TV aberta brasileira.

Logo na sequência da cena é mostrado que Aguinaldo Silva até criou um novo-Crô, agora com o blogueiro Téo. Bem afetado e cheio de trejeitos clássicos que vivem no imaginário nacional do que é um "típico viado", ele será um contraponto a Cláudio e tentará de todo os jeitos tirá-lo do armário, começando a espalhar notas maldosas publicadas em um blog. Além de Teo, Ailton Graça viverá uma travesti cabeleireira, obviamente no núcleo cômico da novela, o que mostra que o novelista tem mesmo limitações de criatividade - porque não uma secretária, hein Aguinaldo?!

Meu ponto neste texto é: diferentemente da atuação preguiçosa de Betti, Mayer e Toledo e não fazem nesta cena qualquer ação que faça o telespectador apitar mentalmente o alerta "é bicha!". Pelo contrário, eles dão um show e se seguirem por este caminho vão desafiar os babacas que perguntam "onde foram parar os machos". José Mayer está aí, e vai sambar na sua cara, Constantino!

Em fevereiro, um de nossos blogueiros aqui no site, o cineasta Diego Semerene, apontou que não devíamos ter aplaudido o beijo de Niko e Felix em "Amor a Vida".

Se a dinâmica entre os gays de "Amor à Vida" e o público se tratava de um strip tease em slow motion que divorciava a sexualidade da sensibilidade (o psicanalista do "Encontro com Fátima Bernardes" se referiu ao beijo gay como um "beijo de tia") -- esses gays meio Sandy que não trepam, não bebem, não fumam, não frequentam sauna, e nem usam o Grindr, as boas moças na novela nos lembravam que o único papel legítimo da mulher no Brasil é o de ser mãe -- uma vez que ela já não possa ser mais mulher-fruta.

No texto ele explica que a representação do casal foi extremamente machista e ao terminar a leitura você não consegue discordar: Niko e Felix ocuparam ali o lugar da mulher brasileira: boa moça, submissa e controlada. E você, caro leitor, sabe bem que nós LGBT somos humanos como você, e como iguais, também além de casar e ter filhos, direitos que já conquistamos por aqui, também queremos uma maior e mais diversa representação na TV e na sociedade. Vai lá e arrasa, Mayer!

Saiba mais: "Sair do armário" na telinha tá valendo a pena

Leia e compartilhe: 5 dicas pra sair do armário

MAIS CONTEÚDO LGBT NO BRASIL POST

Galeria de Fotos Personagens LGBT nas novelas Veja Fotos