Opinião

Ser mãe é padecer nas siglas

Para um desavisado, uma conversa em um grupo de mães pode parecer um papo de louco.
Esta postagem foi publicada na plataforma, agora fechada, do Colaborador do HuffPost. Os colaboradores controlam seu próprio trabalho, que são postados livremente em nosso site. Se você precisa denunciar este artigo como abusivo, envie-nos um e-mail.

Para um desavisado, uma conversa em um grupo de mães pode parecer um papo de louco. Quando comecei a frequentar rodas de discussão e grupos, eu ficava completamente perdida ao ler uma conversa repleta de abreviações. Hoje, depois de alguns meses, já sei falar esse idioma - e vou fazer um pequeno glossário para ajudar os novatos na estranha linguagem das mães.

  • Gravidez e parto

DUM: Data da última menstruação

DPP: Data prevista para o parto

GO: Ginecologista/obstetra

EO: Enfermeira obstétrica (ou obstetriz, ou parteira)

USG: Ultrassom

Exemplos: "Segundo a DUM, a DPP é 13/12/2015"

"Ainda não sei se vou escolher GO ou EO"

PNH: Parto Natural (ou Normal) Hospitalar ou Parto Natural Humanizado

PD: Parto domiciliar

VO: Violência obstétrica

Exemplo: "Não tenho coragem de PD, quero PNH, mas tenho medo de VO"

VBAC: Parto vaginal após cesárea (do inglês vaginal birth after cesarean)

VBA2C: Parto vaginal após duas cesáreas

VBA3C: Parto vaginal após três cesáreas (sim, é possível)

Exemplo: "Ela conseguiu seu VBAC!"

  • A amamentação e cuidados

RN: Recém nascido

LM: Leite materno

LA: Leite artificial

Exemplo: "Eu tenho um RN que está só no LM, será que eu preciso de LA?"

AME: Aleitamento materno exclusivo

Exemplo: "É recomendado que o bebê fique 6 meses em AME"

LD: Livre demanda, ou deixar o bebê mamar sempre que ele quiser

CC: Cama compartilhada

Exemplo: "CC facilita muito a vida de quem faz LD."

IA: Introdução alimentar

BLW: Baby led weaning, método de introdução alimentar guiado pelo bebê

Exemplo: "Você vai fazer a IA com papinha ou BLW?"

Lembrou de mais alguma? Comente aí ;)