OPINIÃO
18/09/2015 15:26 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:35 -02

Crescimento do crowdfunding no Brasil

O Brasil vem tomando cada vez mais conhecimento do que é o financiamento coletivo, também chamado de crowdfunding, e como levantar fundos para seus projetos, independente do teor do mesmo. Presentes nos Estados Unidos desde 2008, as plataformas de crowdfunding, internacionais e brasileiras também, estão cada vez mais aperfeiçoadas para atender as necessidades dos usuários - os criadores de campanhas de financiamento coletivo.

O potencial do financiamento coletivo no Brasil é enorme. Em um país em que se torna cada vez mais difícil conseguir investidores, o crowdfunding aparece como uma alternativa simples e viável de realizar o projeto que você sempre quis tirar do papel.

Entretanto, é um desafio para os fundadores das plataformas de crowdfunding criar diferenciais para se destacar em meio às outras já existentes e, possivelmente, às que ainda serão criadas. Além disso, precisam transmitir a confiança necessária para quem investe e para quem está captando recursos para a realização de seus sonhos. Existe também a necessidade de profissionalizar o setor do país, para tornar o serviço cada vez melhor.

Diferenciais das plataformas de crowdfunding brasileiras

O mercado de crowdfunding está em constante evolução. Hoje em dia, há mais de 1.250 plataformas de crowdfunding no mundo, sendo 24 ativas no Brasil. E, para se destacar, elas precisam inovar a fim de atrair um público cada vez mais conectado e exigente.

Os sócios fundadores da plataforma Kickante, Candice e Diogo Pascoal, estudaram o mercado brasileiro e as plataformas de crowdfunding já existentes a fim de oferecem diferenciais como a "Campanha Flexível". Diferente do modelo de campanha tradicional, a "Campanha Tudo ou Nada", essa flexibilidade permite que o criador da campanha leve o valor que arrecadar, independente de atingir a meta mínima.

Outro diferencial das plataformas nacionais, foi a inclusão da opção de parcelar o pagamento das contribuições das campanhas em até seis vezes - sendo que o criador da campanha recebe o todo valor à vista. Como é sabido, parcelamento é um hábito do mercado brasileiro, não sendo utilizado no exterior. Este é um grande diferencial para as plataformas de crowdfunding, já que foi constatado um aumento no valor da contribuição mediante esta opção. Se você pode parcelar a contribuição em 3x de R$ 50, provavelmente, optará por fazê-la e receber a recompensa que mais o agrade.

Outros diferenciais voltados para o Terceiro Setor do Brasil

Para a captação de fundos para Terceiro Setor, que é um dos maiores mercados no Brasil e no mundo, as plataformas também se preocuparam em criar novas configurações. Além da opção de campanha flexível que aumentou consideravelmente o número de campanhas criadas por ONGs (já que todo valor é importante e não podem perder doações, como acontece na campanha Tudo ou Nada), também há no mercado a opção de Contribuição Recorrente, em que a campanha de crowdfunding não tem duração e seus contribuidores fazem doações mensalmente. Assim, a ONG não precisa se preocupar com a parte administrativa, já que a própria plataforma se encarrega de cobrar mensalmente os doadores.

Conclusão

O passo mais importante para o funcionamento do crowdfunding no nosso país é otimizar a capacidade do brasileiro de se solidarizar e acreditar em projetos. O Brasil está em evidência na plataforma americana Kickstarter, sendo um dos países que mais tem contribuído para as suas campanhas.

As plataformas de crowdfunding são uma ferramenta de empreendedorismo, realizações e promoção criativa e empresarial. Uma ferramenta que tem muito a ampliar e contribuir não só para o fortalecimento da economia, mas para a melhoria de problemas sociais brasileiros.