OPINIÃO
07/03/2017 12:53 -03 | Atualizado 11/03/2017 08:51 -03

Eu não quero ter filhos, e isso não deveria ser um problema

Colunista "desenha" por que nem toda mulher quer constituir família.
AlexSava
Colunista "desenha" por que nem toda mulher quer constituir família.

Já perceberam que, desde que nós, mulheres, nos conhecemos por gente, nos é imposta a tarefa de prosseguir com a linhagem de nossas famílias, e a de nossos parceiros? Afinal, somos nós as capazes, biologicamente, de engravidar. E aí, quando me perguntam se eu quero ter filhos, é preciso pensar, pelo menos, umas duas vezes para não ter que ouvir um sermão sobre o meu egoísmo. Mas, que egoísmo é esse? Será que nós não podemos NÃO QUERER ter filhos? Afinal, esse tal de egoísmo é realmente meu, ou da sociedade que acha que pode mandar em meu corpo e em minhas decisões?

Eu não quero ter filhos, e nem elas

É claro que eu encaro a maternidade como uma coisa maravilhosa, que exige bastante força e coragem. Carregar um ser humaninho dentro do corpo durante nove meses não é tarefa para qualquer um. E sim, somos capazes de gerar uma vida, e isso é realmente lindo. Mas isso não nos impede, de vez em quando, de não querer ter filhos. Pode ter a ver com o fato de que estamos cada vez mais independentes e ocupadas com o dia a dia fora de casa? Pode sim. E pode ter a ver com a falta de coragem de gerar essa tal vida, que merece todo o cuidado e atenção, e se comprometer a cuidar dela pelo resto da vida? Claro que pode. Mas entendam: eu, quando decido que não quero ter filhos, não devo satisfações a ninguém além de meu parceiro. Afinal, a vida é nossa, e nós é quem somos os "pais em potencial". E não, com certeza nenhuma de nós acha que o homem não tem escolha nesse caso, e por isso que é um assunto bastante delicado, que deve ser tratado com muita paz e serenidade.

Existem alternativas

Se uma mulher finalmente tem a coragem de dizer "não quero ter filhos", acredite, o buraco é muito mais embaixo do que parece. Eu mesma conheço várias pessoas que não querem passar pela experiência da gravidez, e muito menos do parto. E aí, nesse caso, negar nossa natureza não é pecado. Sim, queremos ser mães e constituir uma família. Contudo, não gostaríamos de ser as protagonistas disso. E, acredite, isso continua sendo uma opção nossa, independente do que as pessoas possam achar. Podemos recorrer à barriga de aluguel, por exemplo, ou exercer uma das maiores provas de amor que conheço: adotar. E ainda assim podemos realizar o sonho de ter uma família.

E tem os casos de que, quando não queremos, apenas não queremos mesmo

Quando uma de nós afirma que não quer ser mãe, a primeira coisa que os fiscais da vida alheia pensam é: não quer, ou não pode? E aí, pasmem: nós realmente não queremos. Entendam: não é nossa responsabilidade neste mundo ser mães. Não é porque temos a capacidade de desenvolver um ser humaninho na nossa barriga que PRECISAMOS fazer isso. Afinal, os homens também têm o 'poder' de gerar uma vida. E, mais que isso, as mulheres ainda não são capazes de procriar sozinhas. Então, por que um homem pode não querer ter filhos, e nós não? Ou até mais importante que isso: enquanto eles não são julgados como nós por ter essa decisão, eles ainda podem ATÉ abandonar a família que já criaram, que é uma coisa "normal".

Entendam: o egoísmo não é nosso, e sim de vocês

Se eu não quero ter filhos, é porque não acho que sou apta a ser mãe. Imagina a situação: uma pessoa que não quer ter filhos vai ter que ter porque a sociedade acha que é a obrigação dela. Esse tipo de psicologia pode, inclusive, afetar a gestação e a criação da pessoinha que está por vir. E, acreditem, não há nada pior, e nem mais injusto nesse mundo que um filho que não se sente querido.

É o nosso corpo, nossa saúde e nossa vida. Não de vocês

Então, uma coisa que todas as mulheres que desejam não ter filhos gostariam de dizer para todo mundo que as questiona sobre isso é: é minha vida, meu relacionamento e meu corpo. Se você acha que toda mulher precisa ser mãe, então vá lá e tenha, pois eu nunca te julgaria por ter tomado tal decisão. E outra: por mais que eu tenha escrito este texto na primeira pessoa, não querer ter filhos não é o meu caso. Aliás, até foi, por muito tempo, até que conheci a pessoa certa e decidi que quero ter uma família. Mas eu, pelo menos, entendo as mulheres que não querem passar por isso. Então sigam meu exemplo, e deixem as pessoas decidirem o que quiserem! Mais empatia, por favor!

Texto escrito por Luisa Rodrigues e publicado originalmente no Superela.

Leia mais:
Se empoderar enquanto mulher é...
15 frases machistas que toda mulher já ouviu na vida
23 tatuagens feministas que provam que o futuro é das mulheres

Photo gallery 25 selfies que mandam a real sobre a maternidade See Gallery