OPINIÃO
12/11/2015 16:18 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:25 -02

Cozinhe! Comida caseira é a melhor prevenção contra obesidade e diabetes

Não tenha medo! Como diz no filme Ratatouille: "Todos nós sabemos cozinhar"! Não precisa ser chefe 5 estrelas. Receitas básicas e simples estão ao alcance de todos .

Roberto Westbrook via Getty Images
Mixed race man cooking in kitchen

Precisamos voltar à cozinha! Cozinhar quer dizer comer melhor e, por consequência, menos.

Não tenha medo. Como diz o filme Ratatouille: "Todos nós sabemos cozinhar"! Não precisa ser chefe 5 estrelas. Receitas básicas e simples estão ao alcance de todos .

Aprenda a cozinhar e pegue o gosto de cozinhar. É contagiante e, o melhor de tudo, é uma ferramenta preventiva contra obesidade. Cozinhar promove uma alimentação mais equilibrada, em casa e até mesmo fora: quem cozinha faz escolhas mais saudáveis em restaurantes!

"Pessoas que cozinham em casa têm uma alimentação mais saudável", diz um primeiro estudo da John Hopkins University que foi publicado em novembro de 2014 na revista Nutrição e Saúde Pública. Quem cozinha tem quase certeza de ter uma alimentação equilibrada e de ter um estilo de vida mais saudável: menos calorias, alimentos mais variados, e ingestão de nutrientes adequados e menos processados.

Os pesquisadores avaliaram mais de 9 mil refeições preparadas em casa. Em média, as preparações caseiras contêm mais legumes, menos carboidratos e menos gordura do que qualquer outra refeição. Mas isso não é tudo, as pessoas que cozinham muitas vezes, 5 ou 6 vezes por semana, também comem de forma mais regular e consumem menos calorias quando comem "fora", em restaurantes ou na casa de amigos. Eles também frequentam menos os fast foods.

Essas conclusões se aplicam mesmo quando quem cozinha não está tentando perder peso, diz Julia A. Wolfson, a autora principal do estudo.

Um novo estudo da Harvard School of Public Health (Boston), que foi publicado agora em novembro 2015, reinforça as conclusões do estudo da John Hopkins University. Ele observa que ter refeições em casa diminui o risco de obesidade e também de diabetes tipo 2.

Os resultados, apresentados na reunião anual da American Heart Association (AHA), confirmaram os efeitos prejudiciais do fast food e dos alimentos processados, especialmente quando se trata do risco de doenças metabólicas.

Esses resultados provêm de uma análise de dados de quase 58.000 mulheres e 41.000 homens. Os participantes foram acompanhados por 36 anos. Nenhum dos participantes tinha diabetes, doença cardiovascular ou câncer no início do estudo.

A associação entre alimentos ultra-processados e obesidade já foi divulgada em 2014 pelo grupo do Professor Carlos Monteiro, do Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da USP. No Brasil, a maior disponibilidade domiciliar de alimentos ultra-processados é claramente associada a uma maior prevalência de excesso de peso e obesidade em todas as faixas etárias.

O novo guia alimentar brasileiro do Ministério da Saúde, elogiado no mundo inteiro, incentiva a cozinhar e comer alimentos mais in-natura e menos processados.

Então! Vamos voltar a cozinhar?

Bon appétit! :)

Referências:

Eating more homemade meals may reduce risk of type 2 diabetes

Is cooking at home associated with better diet quality or weight loss intention?

Ultra-Processed Food Products and Obesity in Brazilian Households (2008-2009)

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS:

Galeria de Fotos Receitas simples para fazer em casa Veja Fotos