OPINIÃO
01/02/2015 17:11 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Esqueça o mapa: 5 cidades em que vale a pena se perder

As vezes, quando você viaja, algo mágico acontece. Você guarda o seu guia de viagem e simplesmente segue o seu nariz, olhos ou pés numa cidade. Muitas vezes essa é a melhor maneira de descobrir a essência do lugar e ter uma experiência que o turista comum jamais teria. Veja alguns dos nossos lugares favoritos para se perder.

G.OZCAN/Flickr
The street is very popular in Taksim of Istanbul and no cars traffic there but much traffic by peoples:-)Very very old buildings are there and some Embassies there..The Cable railway (We are calling Tramvay)is working from Tunel-Taksim Square..many many peoples there on any time..

Por Jill K. Robinson para ShermansTravel

As vezes, quando você viaja, algo mágico acontece. Você guarda o seu guia de viagem e simplesmente segue o seu nariz, olhos ou pés numa cidade. Muitas vezes essa é a melhor maneira de descobrir a essência do lugar e ter uma experiência que o turista comum jamais teria. (Dica dos profissionais para os aventureiros: Antes de partir, tenha o número de um serviço de táxi local em mãos.) Veja a seguir alguns dos nossos lugares favoritos para se perder...

Istambul, Turquia

Como é o caso de muitas cidades, Istambul pode parecer assustadora, mas numa distância de poucos quarteirões das principais atrações turísticas você pode descobrir uma infinidade de lojinhas, lanchonetes, bares, cafés com kebabs e vendedores de suco de romã. E com os chamados para orações ecoando das mesquitas da cidade, além de todos os sons das ruas, você terá uma trilha sonora e tanto durante o passeio. Você pode facilmente passar um dia inteiro perambulando por um único bairro de Istambul, de Uskudar e Kadikoy, no lado Asiático do Bósforo, até Beyoglu ou Sultanahmet no lado Europeu. Não deixe de entrar no Grande Bazar. Mesmo que não curta muito fazer compras, encontrará muitas razões para passar o tempo lá e é extremamente fácil se perder - no bom sentido.

Veneza, Itália

Com os seus canais românticos e becos escondidos, é quase obrigatório se perder em Veneza -- e você pode acabar se perdendo mesmo sem tentar. Quer se livrar das multidões de turistas? Vá correndo para Cannaregio, onde você pode ver um pouquinho do dia-a-dia veneziano e fazer de conta, por um breve momento, que você mora lá. Uma das melhores horas do dia para se aventurar por Veneza é à noite, quando os restaurantes estão fechados e os gondoleiros já foram para casa. Não se preocupe, você ainda encontrará vários bares onde você pode descansar os seus pés. Os canais e cantinhos escuros ganham um charme especial sob a luz da lua, quando o som da água ecoa nas vielas silenciosas.

Saigon (Cidade de Ho Chi Minh), Vietnã

O Vietnã é um país que está se transformando rapidamente e as mudanças podem ser vistas claramente na cidade de Ho Chi Minh. Só o trânsito, cheio de motos e motonetas, já é o suficiente para lhe assustar. Mas não deixe que isso lhe impeça de explorar essa cidade interessante, construída de forma bastante lógica em um espiral começando no Distrito 1 (Também conhecido como Saigon), parecido com o layout de Paris -- mas sem um ordem numérica. Comece em um distrito, ou deixe a aventura mais interessante e contrate um moto-taxi por algumas horas. Faça um lista de lugares que você quer visita, pense em quanto tempo quer gastar no passeio, negocie com o motorista sobre o preço (comece com mais ou menos metade do preço que ele propôs) e quando chegarem ao consenso, não deixe de colocar o capacete e segure firme. Essa é a melhor maneira de ver a cidade.

São Francisco, EUA

São Francisco é uma cidade de bairros e visitar alguns deles equivale a várias sessões na academia. Alguns bairros como North Beach, Chinatown, Mission District e Castro oferecem inúmeros tesouros a serem descobertos além dos típicos pontos turísticos e uma das melhores maneiras de descobri-los é aventurar-se a pé. Você encontrará os melhores pães e salgados italianos na Columbus Avenue (é necessário experimentar vários!), os templos escondidos em Chinatown, os murais e culinária diversificada no Mission e a maior e mais famosa comunidade gay do mundo. As opções de transporte entre os bairros variam entre táxis, ônibus, ônibus elétricos Muni Metro e os famosos bondes históricos.

Bruges, Bélgica

O centro histórico da cidade de Bruges -- patrimônio cultural tombado pela UNESCO -- é rodeado por um círculo quase contínuo de canais. As ruas de calçamento de pedra têm casinhas enfileiradas, pequenas lojas oferecem uma abundância de chocolates e doces e há sempre a opção de saborear a deliciosa cerveja Belga nos bares. A cidade não é tão grande para que você se perca nela, então guarde o mapa no bolso e vá descobrindo os caminhos por conta própria. Logo você chegará numa ponte e ao atravessá-la, você descobrirá uma praça do outro lado. Algumas se escondem no final de becos de ruas antigas; outras são impossíveis de ignorar. Aqui, os pequenos detalhes são muito importantes. Reduza o passo e deixe os olhos percorrer as paredes, portas, telhados e janelas à medida que vai passando por elas. E quando houver encontrado o bar perfeito entre o emaranhado de ruas, sua recompensa será aquela cerveja deliciosa.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

Siga a gente no Twitter

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.