OPINIÃO
18/06/2014 17:18 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

A primeira Copa da Joana

Foi a primeira Copa para a minha sobrinha, Joana, que está fazendo o álbum da Copa com seus irmãos e uma experiência única.

Getty Images
A supporters of the Brazilian national football team holds a Brazilian flag out of a car window in Itu on June 12, 2014 prior to the opening match of the 2014 FIFA World Cup between Brazil and Croatia being played at the Corinthians Arena in Sao Paulo. AFP PHOTO / KIRILL KUDRYAVTSEV (Photo credit should read KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP/Getty Images)

Nessa segunda-feira (16) fui com minha irmã, seu marido e filha de 6 anos assistir ao nosso primeiro jogo nessa Copa do Mundo, em Curitiba - onde moramos - na estréia de Irã e Nigéria na competição.

Foi a primeira Copa para a minha sobrinha, Joana, que está fazendo o álbum da Copa com seus irmãos, curtindo todo esse movimento que as Copas do Mundo fazem, ainda mais sendo no nosso país.

Primeira dúvida: como ir ao estádio? Fomos de ônibus normal da cidade, a melhor alternativa. Em 20 minutos estávamos perto do estádio na fila para entrarmos na Arena, com conforto e segurança.

Assim que os portões foram abertos, 3 horas antes do pontapé inicial, entramos na Fan Zone, uma área de recreação, alimentação e confraternização com torcedores de diversas nacionalidades. Uma verdadeira Copa do Mundo, com brasileiros, iranianos, nigerianos, e também chilenos, poloneses, equatorianos, argentinos e outros povos conversando, tirando fotos, cantando, aproveitando os estandes de alimentação e de brincadeiras a disposição do público.

Fomos aos nossos lugares no estádio, carregando diversos brindes dos patrocinadores e bandeirinhas da Nigeria, presente dos simpáticos torcedores daquele país aos brasileiros que queriam ver um jogo de Copa do Mundo em seu país.

A Joana, e nós também, estávamos prontos para assistir ao jogo. Fizemos várias vezes a "Ola" com a torcida, vibramos a cada jogada bonita dos dois times, vimos nigerianos e iranianos cantando e vibrando com suas equipes e assistimos também ao primeiro empate e jogo sem gols na Copa.

Fim do jogo e em meia hora estávamos na direção do ponto de ônibus para voltar para casa. No caminho, um iraniano gostou do chapéu verde amarelo do meu cunhado, propôs uma troca por seu lenço iraniano, nenhuma palavra foi trocada, mas o iraniano agora tem um chapéu com as cores do Brasil e meu cunhado um lenço com as do Irã.

A primeira partida de Copa do Mundo da Joana no estádio foi uma experiência única, um contato com diversos povos que estão visitando nosso pais com um motivo principal: acompanhar o maior evento do mundo e mostrar um pouco de suas culturas; que em troca mostramos um pouco do nosso Brasil, da organização e conforto que estamos oferecendo a quem nos visita.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

MAIS COPA DO MUNDO NO BRASIL POST:

Galeria de Fotos Torcida na Copa Veja Fotos