OPINIÃO
11/02/2015 13:52 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

'Quanto custa viajar' mostra mundo que cabe no bolso

O Quanto Custa Viajar exibe em um mapa os destinos mais em conta identificados por cor e faz um ranking de lugares mais caros e mais baratos para passar as férias. Londres, Paris e Nova York, como já era de se imaginar, aparecem como destinos mais populares. Já Cracóvia, Budapeste e Istambul estão entre os lugares que se adequam melhor ao bolso brasileiro -- especialmente agora com o dólar nas alturas.

Quem me conhece sabe que tenho um amor platônico pela Islândia. A culpa é de um livro do Fábio Massari chamado "Rumo à Estação Islândia" que li quando era bem jovenzinha. O que muita gente não sabe é que o pequeno país povoado pelos Vikings vai muito além de Björk, Sigur Rós e do ex-prefeito punk de Reykjavík, o sensacional Jón Gnarr -- sigo ele no Facebook! #ficaadica. Agora, além das bandas locais mostradas pelo Massari no livro, descobri que posso passar oito dias na "Terra do Gelo" com R$ 5.775,00.

O cálculo é de um site chamado Quanto Custa Viajar, que faz para você uma análise orçamentária com base em passagem, hospedagem e atrações. A opção mais barata, é claro, é a mochileiro, mas o serviço online cita também qual será o investimento médio para pacotes economicos ou bem confortáveis. O mais interessante da iniciativa é poder comprar tickets e fazer reservas através do próprio site. Uma mão na roda para quem, como eu, morre de preguiça de buscar na internet promoções e roteiros de viagem.

O Quanto Custa Viajar exibe em um mapa os destinos mais em conta identificados por cor e faz um ranking de lugares mais caros e mais baratos para passar as férias. Londres, Paris e Nova York, como já era de se imaginar, aparecem como destinos mais populares. Já Cracóvia, Budapeste e Istambul estão entre os lugares que se adequam melhor ao bolso brasileiro -- especialmente agora com o dólar nas alturas.

Embora o site não dê muitos detalhes sobre suas fontes de informação ou sobre a metodologia de atualização de preços, o que se sabe é que ele foi criado por um curitibano chamado Fabio Yamahira. Profissional da área de marketing digital, Yamahira vem tocando a startup desde maio de 2014. Segundo um breve press release divulgado na internet, o Quanto Custa Viajar abrange, por ora, pouco mais de 100 cidades. "Esse número, porém, só tende a crescer", diz o comunicado assinado pelo empreendedor.

A interface do serviço é bem simples. Basta escolher o destino e o site já lhe dá um resumo de quanto é necessário investir para ficar oito dias no local. Uma tabela com gastos diários é exibida para o usuário, que pode alterar o perfil e a estadia na cidade. Também é possível consultar um guia para saber qual tipo de viajante você é: mochileiro, econômico ou mais exigente. Vale ressaltar, contudo, que o orçamento é um valor médio que pode variar dependendo da época do ano e até da cotação do dólar.

Diferente de um guia, o Quanto Custa Viajar não traz conteúdo editorial sobre os destinos ou atrações. Portanto, o ideal é pesquisar um pouquinho para ao menos se ter uma ideia do que fazer na cidade. Os ingressos, no entanto, podem ser comprados online através do site, que redireciona o usuário para os endereços oficiais dos serviços prestados. O Quanto Custa Viajar é, em síntese, um agregador digital bem interessante.

Agora se você ficou com vontade de conhecer a Islândia, confira o vídeo a seguir. Você não vai se arrepender! ;)

Siga a gente no Twitter

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

VEJA TAMBÉM:

Galeria de Fotos Lugares surreais Veja Fotos