OPINIÃO
02/01/2015 00:18 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:36 -02

Dilma Rousseff e o figurino da posse

Dilma Rousseff vestiu um conjunto em renda na cor nude, passando uma imagem de suavidade, cordialidade e gentileza. Infelizmente, o look parecia mais adequado a um casamento de manhã do que para a posse do mais alto cargo executivo do país.

Quatro anos atrás, escrevi sobre a posse de Dilma Rousseff. Havia muita expectativa, pois era a primeira mulher a ocupar o cargo de Presidente da República no Brasil. Na ocasião, Dilma vestiu um tailleur off-white que não era especialmente bonito mas, pelo menos, estava corretinho.

Na cerimônia de posse deste segundo mandato, Dilma Rousseff vestiu um conjunto em renda na cor nude, passando uma imagem de suavidade, cordialidade e gentileza. A túnica de mangas 3/4 possuía a barra em bicos e era fechada por inúmeros botõezinhos nas costas. A saia era evasê e do mesmo tecido. Nos pés, sapatos na cor bege. Infelizmente, o look parecia mais adequado a um casamento de manhã do que para a posse do mais alto cargo executivo do país.

O historiador Marco Antonio Villa o definiu como "medonho", em debate no site de VEJA. Tuiteiros preferiram usar a hashtag #DilmaNãoMeRepresenta e comparar o conjunto a toalhas e capas de botijão de gás.

Se o plano da presidente era exibir na cerimônia os quilos perdidos durante sua recente dieta, ele não deu certo. O corpo da presidente aparentava estar visualmente mais largo, tanto por causa da cor clara, que não lhe favoreceu, quanto pelo decote quadrado que, além de tudo, parecia mal-acabado, sem costura. O corte evasê do top e os bicos da renda aumentaram a barriguinha da mandatária, já que a túnica terminava bem na região abdominal, local em que grande parte do peso extra de Dilma se concentra. O comprimento da saia, logo abaixo dos joelhos, estava correto, e exibia pernas bem torneadas, mas foi bem estranho de ver pela televisão, já que o restante do conjunto estava desproporcional e a saia ficava com uns bicos nas laterais.

A cor da meia-calça também estava equivocada, e chegava a ficar branca por causa da luz. Um tom um pouco mais bronzeado ficaria mais chique e daria um ar menos amador ao figurino. Os passos largos da presidente definitivamente não ficaram elegantes no vídeo. Deram um ar de pressa, de quem quer que a festa termine logo.

Nos prós, o figurino parecia muito confortável. A petista se movimentou muito, acenou com vontade para as pessoas que acompanharam o desfile em carro aberto, e distribuiu milhares de beijinhos e abraços no Congresso.

Nos acessórios, o único acerto foi no comprimento do clássico brinco de pérolas, que alongou o pescoço e chamou a atenção para boca e queixo. O relógio era desnecessário, mas faltou um colar para dar um ponto de destaque no visual. Agora, é impressão minha ou Dilma Rousseff usou sua pulseirinha de olho turco para afastar a inveja alheia?

A maquiagem estava bonita, adequada ao horário da cerimônia. Só que com tantas luzes, acabou ficando um tanto apagada. As cores precisavam de um pouco mais de intensidade. Já o cabelo estava com cor e corte impecáveis.

Marcela Temer, 31, esposa do vice-presidente Michel Temer (PMDB), que roubou a cena na posse do primeiro mandato, errou feio desta vez:

Equívoco 1: Seu traje, em um tom de rosa bem clarinho, era praticamente da mesma cor da roupa de Dilma Rousseff. É pior do que uma madrinha colocar vestido branco num casamento.

Equívoco 2: A blusa de renda com babadinhos nos ombros, o cabelo semipreso com volume no topete, e a saia rodada, deixaram o look muito juvenil para quem, junto com o marido, representa formalmente o país em eventos. De costas, a impressão era a de que Marcela era filha de Temer.

Já Paula Rousseff Araújo, a única filha da presidente e sua acompanhante (foto ao lado), usou um belo vestido vermelho de decote V. Os drapeados nos ombros deram imponência ao traje. O cinto largo, da mesma cor do vestido, marcou bem a cintura. A saia mais ajustada ressaltou sua boa forma, mas a abertura em leque na barra foi um pouco demais. Ponto negativo também para o penteado, que estava se desmanchando. Enfim, Paula não roubou exatamente a cena, mas chamou bastante atenção.

Em seu discurso no Congresso, Dilma Rousseff anunciou que: "Vamos fazer mais e melhor". Presidente, sinto informar que, em se tratando de figurinos, o segundo mandato não começou tão bem assim.

Fotos: Ricardo Stuckert/Presidência da República

MAIS SOBRE A POSSE DE DILMA ROUSSEFF:

Galeria de Fotos Posse de Dilma Rousseff Veja Fotos