OPINIÃO
14/07/2014 10:07 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:36 -02

As faltas da presidente Dilma e os gols de estilo da ala vip

Dilma repetiu o blazer verde, Pelé foi de camisa pólo e Merkel fez até selfie com o jogador Podolski.

Em meio aos rígidos protocolos da Fifa e a uma partida dura entre Alemanha e Argentina, coroada com sangue (alemão), suor (de todos os jogadores) e lágrimas (da torcida hermana), estavam os políticos. Sentadinhos na tribuna, assistindo ao jogo de camarote, assim foi o encerramento da Copa do Mundo no Brasil para as autoridades da ala vip:

Se na abertura do mundial, Dilma Rousseff quebrou a tradição e não discursou, no encerramento, ela continuou não fazendo bonito. Primeiro, repetiu mais um de seus blazeres verdes que, definitivamente, não caem bem na presidente, e o colarzinho delicado com a bandeira brasileira, que some em seu pescoço. Seu figurino estava largo, com a gola e os punhos desproporcionais, que a deixava com o torso mais quadrado. Faltaram ajustes no recorte do blazer e nas mangas. Os botões pretos e grandes colaboraram para tirar um pouco da postura da governante. Ficariam mais chiques encapados. Aliás, ela poderia ter escolhido um de seus tailleurs em azul marinho com um pin da bandeira. Mais estruturados e bem cortados, dariam uma postura mais executiva, além de combinar melhor com seu tom de pele.

Na arena política, Dilma Rousseff pecou ao não assistir à festa de encerramento, o que causou constrangimento entre os dirigentes da Fifa e os chefes de Estado e de governo convidados. Seu único discurso foi ao "passar o bastão" para a Rússia, numa cerimônia com o presidente da Fifa Joseph Blatter e o presidente russo Vladimir Putin, momentos antes do jogo. Ao aparecer no telão do estádio, a torcida repetiu o que fez no Itaquerão e vaiou e xingou a governante. Para encerrar sua participação, a brasileira cumprimentou seríssima os argentinos, deu sorrisos a metade do time alemão e entregou, num movimento muito rápido, a taça ao capitão Philipp Lahm.

Enquanto isso, a chanceler alemã Angela Merkel era só sorrisos. Com o semblante feliz, bateu papo com Dilma durante o jogo, colocou óculos para enxergar melhor a partida e... torceu. De calças brancas, sapatos nude e blazer vermelho ajustado na cintura, se levantou da cadeira para comemorar o gol da Alemanha. Enquanto aplaudia animada, a câmera mostrava Dilma com um casaco protegendo as costas e aparência um pouco cansada.

Com a vitória, Merkel ganhou protocolares apertos de mão dos outros líderes. No pódio, abraçou carinhosamente todos os jogadores e a comissão técnica. Veio prestigiar a seleção alemã mas também teve seu momento sério: durante um encontro particular com Vladimir Putin, antes do almoço oferecido pelo governo brasileiro, discutiu a situação da Ucrânia. Na despedida, trocou beijinhos com Dilma Rousseff e ainda teve tempo para uma selfie com o "brasileiro" Lukas Podolski.

Na elegância, os grandes vencedores da ala vip foram os homens. O suíço Joseph Blatter, neste quesito, foi imbatível. Extremamente clássico e formal, o dirigente usava terno escuro, camisa branca com abotoaduras e uma gravata lisa, com um toque de cor e nó impecável. Já o vaidoso Vladimir Putin chegou ao Maracanã caminhando rapidamente e fechando o terno. O bem cortado costume escuro com gravata quadriculada bordô ficou bonito nas fotos. Anfitrião da próxima Copa do Mundo, não ganhou o troféu de Mr. Simpatia. Os sorrisos estavam tão duros de sair que até o HuffPost Live fez piada numa rede social (aqui e aqui).

Uma dica para ele e os outros carequinhas da ala vip: passar um pó HD (alta definição) ajuda a tirar o brilho da testa e das áreas sem cabelo e não aparece em foto e vídeo.

Uma pequena decepção: sempre tão elegante em eventos, Pelé usou uma camisa pólo branca, de um patrocinador, ao invés de camisa ou terno. Ovacionado no intervalo do jogo no Maracanã, o público não estava nem aí para o figurino do maior jogador de todos os tempos. Prova de que quem é Rei do Futebol não perde a majestade.

Fotos: Divulgação/Twitter Blog do Planalto, Divulgação / Twitter Blog Dilma BR, Divulgação/Twitter Podolski, Divulgação/Twitter Pelé

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para ver as atualizações mais rápido ainda, clique aqui.

MAIS COPA NO BRASIL POST:

Galeria de Fotos Alemanha x Argentina - cerimônia de encerramento + torcida Veja Fotos