OPINIÃO
20/08/2014 09:55 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

10 dicas para sobreviver à campanha eleitoral

REPRODUÇÃO

Foi dada a largada e agora não tem como escapar: a principal estratégia dos candidatos para convencer os eleitores começou hoje, 19 de agosto, com o horário eleitoral gratuito na televisão e nas rádios. Durante sete semanas, os programas irão ao ar de segunda a sábado em quatro horários diferentes: das 7 às 7h50 e das 12 às 12h50 no rádio; e das 13 às 13h50 e das 20h30 às 21h20 na TV.

Já faz um tempinho que a campanha está rolando na internet, e é bem difícil você escapar de ouvir falar sobre política, mesmo que não goste. Provavelmente você está vendo debates e comentários, críticas e discursos daquele teu amigo que quer te convencer a votar no candidato dele.

Pensando nisso, preparamos 10 dicas para você sobreviver durante a campanha eleitoral:

#1 Não seja candidato

Esse é, com certeza, o primeiro passo para você não ficar envolvido com campanha política.

#2 Tenha TV a cabo

É uma boa maneira de fugir da propaganda eleitoral gratuita e, se você ainda não tem TV à cabo, é um bom momento para assinar. Mas, sejamos sinceros: às vezes os candidatos são tão bizarros que você acaba rindo mais do assistindo pela vigéssima à reprise de Friends na Warner.

#3 Tenha senso de humor

Não leve tudo a sério, nem para o lado pessoal - política sempre foi discussão, desde a época da Grécia Antiga. Cada pessoa vai pegar as melhores qualidades e propostas do seu candidato, e vai tentar dar aquela disfarçada no defeito. Se você não conseguir relaxar e rir com o vício do Aécio em açúcar (risos), tudo vai ficar difícil!

#4 Tome uma dose de bom senso

Calma! Não é porque a gente tá em corrida eleitoral que todas as conversas tem de ser sobre política, partidos etc. Não seja a pessoa chata que fica distribuindo adesivos do candidato no trabalho! Assim ninguém vai pegar raiva de você. Os candidatos às vezes não têm muito, vai entender...

#5 Respeite o "voto secreto"

Não fique perguntando aos outros em quem vão votar, não encha o saco. Tem gente que só decide na hora da eleição!

#6 Use filtros em redes sociais

Você pode bloquear certos assuntos nas redes sociais. Lembra de como a vida na internet ficou bem mais fácil quando você usou aquele filtro anti-BBB? Então, use o filtro anti-propaganda eleitoral. Tem o Open Twitter Filter (http://www.techtudo.com.br/tudo-sobre/s/open-tweet-filter.html) por exemplo, que não falha. Mas não esqueça: fingir que não existe não vai fazer com que realmente deixe de existir, hein?

#7 Não acredite em tudo o que lê

Em terra de internet, quem reconhece hoax é rei. Se a corrida eleitoral em 2010 foi muito pautada pelas discussões nas redes sociais, em 2014 o negócio aumentou muito! A presença dos candidatos em sites, páginas, blogs etc reverbera todo tipo de informação, nem sempre verdadeira. É dever de cada um não ser o idiota que compartilha imagens falsas. Não custa nada dar aquela googlada antes de compartilhar alguma coisa que parece duvidosa. Por exemplo, a imagem falsa da ficha criminal da Dilma, publicada pela Folha, que depois foi desmentida pela próprio veículo.

#8 Utilize o "deixar de seguir" do Facebook

Se você não quer perder a amizade com algumas pessoas, mas já está perdendo a paciência.

#9 Leia uns livros

Ler livros sempre é uma boa saída pra quando a vida tá complicada. Acabou a luz? Leia um livro. Terminou o namoro? Leia um livro. Tá no banheiro? Leia um livro. Não tá aguentando mais a polaridade forçada entre esquerda e direita numa conjuntura em que a crise de representatividade política atinge em cheio o ânimo dos mais jovens de votar e confiar em velhas instituições quando suas realidades em rede anseiam por novos rumos e inclusive foram catalisadoras das jornadas de junho de 2013? Leia um livro.

#10 Não tenha parente candidato

Ah, a família... Até na hora da corrida eleitoral fazem a gente passar aquela vergonha. Se você tiver parente concorrendo a algum cargo político, saiba que: esses meses serão um inferno para você.

Colaboração: Guilherme Alves.

Publicado inicialmente no Mas não me diga.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para ver as atualizações mais rápido ainda, clique aqui.


MAIS ELEIÇÕES NO BRASIL POST:

Candidatos celebridades agitam eleições