OPINIÃO
24/10/2014 16:14 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:36 -02

"Sem Pena": um breve comentário

reprodução

"Sem Pena" é um documentário totalmente necessário. Fugindo do formato televisivo, das "cabeças falantes", o filme foca no conteúdo e mostra que o ponto importante é o que está sendo dito.

Vencedor numa das categorias do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, o longa, dirigido por Eugênio Puppo, levou mais de 14 meses para ser montado, onde 52 entrevistados se reduziram a apenas 11. Ao todo, foram mais de 270 horas de material.

Além de ficar extasiada com a trilha de melodias de John Cage, me encantei com as escolhas de planos e imagens. Uma maravilha de combinação!

Mas, se precisávamos ouvir, aqui vai uma lista de 10 verdades presentes no doc:

1) "Nós estamos gastando 1.500 reais com cada um deles para torná-los pior".

2) Na verdade, não "cultivamos as diferenças. Nós toleramos" (o que é bem diferente).

3) Um dos entrevistados define bem o que é uma cadeia: "sucursal do inferno".

4) Sobre como funciona o sistema prisional brasileiro: numa "lógica de fábrica".

5) "A mídia adora a pena. É um escoadouro".

6) "Vontade de enquadrar, de processar, de lucrar. É um modo de gozar. A Justiça é um meio de gozo para os impotentes".

7) "O sentimento de vingança é a base para o capitalismo funcionar".

8) "O Judiciário se porta com absoluto senso comum de toga".

9) Isso aqui é simplesmente a "ideia cristã da penitência".

10) Sobre o que estamos fazendo: "loteria com a vida alheia".

-

:: O Brasil Post publicou uma crítica sobre o filme neste link.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para saber mais rápido ainda, clique aqui.


VEJA TAMBÉM NO BRASIL POST:

Pesadelo em Pedrinhas