OPINIÃO
26/03/2016 21:48 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02

Atores fazem show para ajudar a atriz Phedra de Córdoba, estrela da Praça Roosevelt

2016-03-23-1458740794-5348260-Clo_De_Pris_Maria_Casadevall_e_Paula_Cohen_em_foto_de_Andre_Stefano6.jpg

As atrizes Cléo de Paris, Maria Casadeval e Paula Cohen se juntam para realizar show beneficente. Foto: André Stefano

Nesta sexta-feira (25), o Teatro Oficina, em São Paulo, apresenta um show em homenagem à atriz Phedra de Córdoba, considerada diva do grupo Os Satyros e da Praça Roosevelt, local famoso na cidade por reunir vários grupos de teatro. O ato tem a intenção de custear o tratamento de saúde de Phedra, que, aos 77 anos, encontra-se gravemente doente e afastada dos palcos.

Para auxiliar no tratamento da artista, amigos e integrantes da companhia decidiram revisitar o espetáculo Phedras por Phedra, que estreou no ano passado, agora em caráter beneficente. Dirigido por Gero Camilo e Robson Catalunha, o show será realizado no Oficina, cedido pelo diretor e dramaturgo José Celso Martinez Corrêa, e contará com a participação de artistas como Celso Sim, Hugo Possolo e Ivam Cabral.

Irreverente e ousada, Phedra de Córdoba nasceu em Cuba, excursionou por países da América Latina, América do Norte, Europa e mudou-se para o Brasil nos anos 1950 como bailarino de Walter Pinto, uma das principais figuras do Teatro de Revista. Phedra, que também é uma referência para os militantes do movimento LGBT de São Paulo, já trabalhou com artistas como Consuelo Leandro, Lenny Dale, Hebe Camargo e Nelson Gonçalves.

O repertório do show traz momentos marcantes na vida da atriz, acrescidos de passagens extraídas de seus diários, encenados pelas atrizes Cléo de Páris, Maria Casadevall e Paula Cohen.

Nos próximos meses, Phedra necessitará de enfermeiras 24 horas por dia, visitas médicas, dieta balanceada, medicamentos, entre outros cuidados. Os colegas da companhia, família da artista no Brasil, também criaram uma "Vakinha" on-line. Dos R$ 50 mil pretendidos na campanha, cerca de R$ 15 mil já foram alcançados.

A contribuição para assistir ao espetáculo é de R$ 20 e toda a renda da bilheteria será revertida para o tratamento de saúde da atriz cubana.

"Phedras por Phedra"

Direção: Gero Camilo e Robson Catalunha

Com Celso Sim, Cléo de Páris, Divina Núbia, Divina Valéria, Eugênio La Salvia, Hugo Carranca, Hugo Possolo, Ivam Cabral, Luiz Gayotto, Luiz Pinheiro, Marcello Amalfi, Maria Casadevall, Paola Pelosini, Paula Cohen, Rubi Thiago Mendonça e Tata Fernandes

Duração: 90 minutos

Local: Teatro Oficina - Rua Jaceguai, 520, Bela Vista

Contribuição mínima: R$ 20

LEIA MAIS:

- Vida e obra do diretor Luiz Sergio Person é tema de exposição em São Paulo

- Uma das últimas obras de Nelson Rodrigues está em cartaz em São Paulo