OPINIÃO
13/07/2014 03:57 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:36 -02

Juiz é a estrela (cadente!) das redes sociais no jogo Brasil e Holanda

O grande destaque nas redes sociais não foi David Luiz nem Oscar, foi o juiz Djamel Haimoudi, da Argélia. Ele foi citado em 65 mil posts com 91% de desaprovação.

UESLEI MARCELINO/REUTERS

Um pouco antes do jogo começar, 56% dos posts publicados nas redes sociais pelos torcedores brasileiros tinham um tom positivo. A expressão dos torcedores era de conformismo e de falta de entusiasmo pela disputa do terceiro lugar, porém de apoio à seleção: "Hoje vai", "Vai que é tua Brasil!", "Vamos ganhar hoje!". As pessoas não demonstravam frustração mostrando que a impossibilidade da disputa pelo título já era algo assimilado pela maioria das pessoas. A expectativa de uma vitória era evidente para tentar compensar a vergonhosa derrota contra a Alemanha. Assim começou o jogo.

Surpreendentemente, aos dois minutos, aconteceu o primeiro gol da Holanda e o fantasma do jogo da Alemanha entrou em campo se refletindo na reação dos torcedores. Após o segundo gol, o apoio inicial da torcida foi caindo lentamente até chegar ao final do jogo com 36% de aprovação. Foram 2,6 milhões de posts capturados, sendo 2,3 milhões sobre o jogo Brasil e Holanda escritos em português. A grande maioria foram tweets do Twitter, mas também posts públicos no Facebook.

Oscar e David Luiz foram os únicos jogadores a receber comentários positivos no primeiro tempo: "Não ganhamos a taça, mas ganhamos Oscar"; "David e Oscar são os únicos que jogam com vontade". No segundo tempo, diante da derrota eminente, o humor mudou e apenas Oscar foi poupado, fechando com 54% de avaliações positivas e 34% negativas, nos mais de 133 mil posts citando seu nome. David Luiz foi citado em 180 mil posts (39% positivos e 41% negativos) e Neymar, mesmo não jogando, apareceu em 171 mil posts (30% positivos e 63% negativos).

O grande destaque nas redes sociais não foi David Luiz nem Oscar, foi o juiz Djamel Haimoudi, da Argélia. Ele foi citado em 65 mil posts com 91% de desaprovação. O pênalti e o lance do segundo gol da Holanda, considerados irregulares, fizeram a torcida das redes sociais massacrar a arbitragem. Durante toda a Copa, ninguém obteve tamanha rejeição! Nem mesmo o Felipão, que na derrota do 7x1 contra Alemanha ganhou 77% de desaprovação. Desta vez, Felipão teve um pequeno refresco e terminou com 72% de avaliações negativas.

Os torcedores fizeram a sua parte nas redes sociais ao longo de toda a Copa. A participação foi ativa em todos os jogos do Brasil na competição alcançando 21,3 milhões de posts. Arquibancada virtual lotada! A título de comparação, na Copa das Confederações foram apenas 3 milhões de citações. A seleção brasileira termina a Copa de forma melancólica, com um futebol burocrático, sem garra, brilho e entusiasmo. Em vez de brigar em campo, foi um time que brigou com a bola. As redes sociais foram o espelho da decepção do torcedor brasileiro e registraram esse ocaso nacional.

A Análise de Sentimento das Redes Sociais para todas as partidas na Copa pode ser acompanhada em "real time" na aba "termômetro social", dentro do aplicativo de segunda tela da TV Globo, disponível em IOS e Android. No site www.craquedasredes.com.br você encontra detalhes dos aplicativos, como baixá-los, os links importantes, as parcerias e mais informações sobre a tecnologia de análise de sentimentos em redes sociais. Não deixe de visitar o TORCIDA NAS REDES da ESPN pois lá você encontrará análises bem legais a partir dos dados capturados.

Veja o infográfico abaixo resumindo o que foi capturado e analisado nas redes sociais no jogo Brasil e Holanda.