OPINIÃO
26/05/2014 14:10 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:36 -02

Top 10 da semana em SP: jazz gratuito no Ibirapuera, Kubrick, Kiarostami, encontro com Ruth Rocha e mais!

1. Boa de bola

São Paulo está com mais de 100 obras da artista pop japonesa Yayoi Kusama, conhecida por sua obsessão por pontos e bolas. Kusama, que influenciou figuras como Andy Warhol, já teve exposições individuais em museus como MoMA, Reina Sofia e Tate Modern, além de ter uma obra exposta permanentemente no Instituto Inhotim (MG). A entrada é gratuita, e a mostra fica em cartaz no Instituto Tomie Ohtake até 27 de julho.

No melhor estilo Heineken, digamos que, se seu namorado não está tão a fim de ir, há no mesmo local uma exposição fotográfica sobre a história do futebol-arte, também gratuita, até 25 de junho.

2. Don't worry, be happy

Vencedor de 10 Grammys e autor do hit "Don't worry, be happy", Bobby McFerrin faz show gratuito na área externa do Auditório do Ibirapuera, como parte da programação do BMW Jazz Festival, no dia 1º de junho.

3. Cult e Popular

Pulp Fiction, Laranja Mecânica e Bonequinha de Luxo são alguns dos clássicos do cinema em exibição em diversos endereços da rede Cinemark por preços mais acessíveis do que o de costume. As sessões, a R$ 14, acontecem sempre às 23h55 dos sábados, às 12h30 dos domingos e às 19h30 das quartas.

4. Samba na varanda

No dia 31 de maio estreia no terraço da Biblioteca Mario de Andrade o projeto Samba na varanda, composto por espetáculos gratuitos que apresentam diversas vertentes do samba, como os de terreiro, de partido-alto, de roda do recôncavo baiano, de gafieira etc. Na edição de estreia, o eixo temático se volta às mulheres do samba, figuras como D. Ivone Lara, Gisa Nogueira e Clementina de Jesus.

5. Carmen no Municipal

Os ingressos, que custam entre R$ 40 e 100, já estão nas últimas unidades, mas vale tentar os derradeiros lugares para assistir à ópera Carmen, obra-prima do compositor francês Georges Bizet e um dos grandes destaques do ano no Theatro Municipal. Com o maestro John Neschling, regência do espanhol Ramón Tebar e participação da mezzo-soprano israelense Rinat Shaham, de 29 de maio a 11 de junho.

6. Polêmicos

Filmes que abordam o tema da prostituição estão em cartaz no Centro Cultural São Paulo. Destaque para Noites de cabíria, de Fellini, Elles, que tem Juliette Binoche no elenco, e Um alguém apaixonado - que, apesar de não ser o melhor filme de Kiarostami, ainda assim é um filme de Kiarostami. Em cartaz até 1º de junho, com ingressos a R$ 1.

7. Ocupação Macalé

Ele já produziu o álbum Transa, do Caetano, a trilha de Macunaíma, de Joaquim Pedro Andrade, e os primeiros shows da Bethânia, além de compor com Vinícius de Moraes. Personagem fundamental da música brasileira, Jards Macalé faz show gratuito no dia 31 de maio, no Auditório Ibirapuera, marcando a abertura da Ocupação Jards Macalé, também gratuita, em cartaz no Itaú Cultural até 6 de julho.

8. Encontro com Ruth Rocha

Autora de mais de duzentos livros infantis, a prolífica Ruth Rocha participa de bate-papo no TUCA no dia 27, com entradas a R$ 25. A escritora fala de seu processo criativo, vida pessoal e política, entre outros assuntos. No evento, Rosi Campos e Pascoal da Conceição realizam leituras dramáticas de sua obra.

9. Cultura na ZN + Tiê na ZL

Mais de 25 endereços na Zona Norte da cidade recebem o Agito Cultural, entre 31 de maio 1º de junho, com shows de MPB, rap e rock, mostra de cinema que homenageia Charles Chaplin, saraus, apresentações de teatro e dança, exposições e oficinas. Já a ZL recebe show gratuito da cantora Tiê, na Fábrica de Cultura Parque Belém, no dia 30 de maio. Nos dois sábados seguintes, se apresenta nas unidades Vila Curuçá e Sapopemba, respectivamente.

10. Heróis na tela

Heróis e anti heróis são tema de mostra na Cinemateca. Há bons filmes de Bertolucci e Woody Allen, mas os destaques ficam por conta dos brasileiros O bandido da luz vermelha, obra-prima de Rogério Sganzerla, e Macunaima, o herói sem nenhum caráter de Mário de Andrade interpretado por Grande Otelo e Paulo José no filme de Joaquim Pedro de Andrade. Até 8 de junho, com entrada franca.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.