OPINIÃO
20/02/2014 11:58 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

Cara lambuzada de cremes

Envelhecer na minha idade acho que é a pior parte do envelhecimento. Você não é jovem, assim como não é velha, fica à procura de alternativas para retardar o processo. Queremos nos congelar, queremos ter a mesma cara dos 20 anos. Partimos então para o botox, lifting, cirurgia plástica, etc. Mas será que isto é o suficiente?

E a bagagem que carregamos? Ah! Se eu tivesse a sabedoria de agora com 20 anos... Mentira. Eu tenho certeza que teria feito tudo igual de novo, mesmo com tanta "sabedoria". Poderia agir diferente, mas no fim tudo seria igual, porque teríamos a juventude ao nosso lado.

Lembro uma cena de uma novela "Baila Comigo" (1981). A personagem de Lilian Lemmertz -- Helena --, sentada em uma penteadeira, ficava se olhando no espelho e de repente começou a passar cremes e mais cremes e lambuzou todo o rosto e começou a chorar. O grande amor da vida dela, um personagem vivido pelo ator Raul Cortez, chegaria e eles iam se ver depois de 27 anos. Ela nem percebeu o quanto estava linda na idade dela, mas ela só queria voltar a ser jovem.

Pelo desespero dela, percebia-se que ela queria tirar todas as marcas do rosto, queria ser jovem novamente para poder encontrá-lo. Sabia que era impossível voltar a ser fisicamente como era quando se conheceram, jovem. Ela nem sequer pensou que ele também deveria ter envelhecido, estaria com expressões no rosto, deveria estar com rugas, quem sabe deveria ter engordado assim como ela.

O tempo passa para todos, mas para uns é mais difícil enfrentar esta passagem de tempo. Porque não aceitamos que tudo tem sua época. Um dia fomos jovens, e as coisas vão passando, passando e quando a gente se dá conta estamos nos lambuzando a cara de creme como se, num passe de mágica, a nossa cara voltasse aos 20 anos de novo.

Por mais linda que somos, isso não importa. O que importa é ser jovem.