OPINIÃO
26/09/2014 09:11 -03 | Atualizado 26/01/2017 20:56 -02

Aplicativos auxiliam na escolha de candidatos

shutterstock

Em 2010 fui às urnas, mas nem lembro. Sei em quem votei para presidente, mas é tudo que conseguia vagamente me preocupar na época. Para governador, deputados e senador eu simplesmente colei de alguém, mesmo porque, confesso que eu nem saiba de fato o que eles fazem. Iguais a mim existiam muitas Marianas pelo Brasil.

Este ano no entanto, tudo mudou, muito pelas manifestações de 2013. Senti pela primeira vez o meu papel como cidadã de um país vulgo democrático, e a importância que tem o indivíduo no controle social - que é o controle exercido pela população sobre o governo. Além disso, mais uma coisa mudou: a tecnologia. De lá pra cá muita gente também se interessou por política e buscou nos auxiliar no processo de escolha de candidatos, lançando sites e aplicativos que nos ajudam a entender quem são e o que fazem os indivíduos que estão se elegendo para nos representar no governo.

Esses sites ajudam não só os interessados de longa data e de primeira viagem, mas também os preguiçosos de plantão, que reclamam do Brasil diariamente, mas não se dão ao trabalho de pesquisar com profundidade seus candidatos no momento de votar.

Selecionei alguns deles tanto para entender o cenário geral quanto cada político com suas propostas. Primeiro, para entender quem faz o que, achei bacana e simples uma série do youtube, criada por um deputado federal, chamada de Política Sem Mistérios. Além disso, o votoconsciente explica como funciona o poder público e oferece até publicações.

Para ter um panorama amplo, o site eleições 2014 mostra quem são os candidatos, calendário 2014 e biografia. Já para conhecer melhor cada um, considerando que são muitos nomes, partidos e cargos diferentes (no âmbito federal, temos o presidente, o senador e o deputado federal. No âmbito do estado temos o governador, e também o deputado estadual), uma opção interessante é buscar pela afinidade em relação às propostas.

Dois aplicativos de celular que ajudam são veto X voto e política de boteco (ou pelo computador no Vote na Web ). O primeiro, por exemplo, você seleciona as promessas sem saber quem é o candidato, e ao clicar, descobre quem é o indivíduo por trás da ideia. Dá pra passar horas escolhendo políticas de governo e o app ainda te mostra em quem você mais votou. O repolítica também mostra propostas e faz comparativos. Por exemplo: quer saber quem é a favor do aborto e quem é contra? Dá pra consultar por ali. Ele é bacana porque é a maior enciclopédia colaborativa sobre políticos brasileiros.

Rankings que classificam os políticos com critérios diferentes também ajudam. No âmbito federal, para deputados e senadores, podem nos ajudar o Políticos e o Atlas Político que foi indicado pela revista Exame e mostra um mapa geral do congresso, mostrando quem esta mais para esquerda ou direita.

Estes são só alguns dos sites que fazem com que o processo eleitoral seja mais verdadeiro e esclarecido. Tão importante quanto ir às ruas denunciar ou reivindicar quando as coisas estão erradas é o ato de votar consciente. Sem interferência da sociedade no Estado, não há democracia.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para saber mais rápido ainda, clique aqui.


VEJA TAMBÉM NO BRASIL POST:

Candidatos celebridades agitam eleições