OPINIÃO
08/10/2014 17:54 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

O desafio das escolhas

Jupiterimages via Getty Images

Nossas escolhas traduzem quem nós somos. Aquela máxima de que "suas ações falam tão alto que não consigo ouvir o que você diz". Isso é verdade para todos os aspectos da nossa vida, sem exceção. De nada adianta termos uma super opinião formada sobre tudo se no dia a dia agimos de forma contraditória.

Esses últimos meses têm sido muito especiais para mim pois, como eu comentei no texto sobre o Dia dos Pais, eu e meu marido estamos esperando nosso primeiro filho. Um mundo novo se abriu para nós. Tem dicas e literatura sobre tudo e para tudo. Desde como criar seu filho para ser uma pessoa do bem até como transformá-lo no próximo Steve Jobs. Surreal.

A melhor frase que ouvi até agora foi: "leia tudo sobre tudo e confie no seu instinto". Por que no fim do dia, tudo vai depender de uma nova relação que vai se construir com a chegada do pequeno.

E quando o assunto é o parto? Aí então a conversa esquenta. Parece briga partidária. Parto humanizado, parto natural, parto normal, cesariana... Com anestesia ou sem... Em casa, no hospital, no mar... Uma emoção! Minha opinião? O que for melhor para a mãe e para o bebê, sem julgamento e sem extremismo. Com bom senso e respeitando os ciclos naturais da vida.

Como sempre, e para nossa inspiração, um TED de um muçulmano que escolheu trilhar um caminho diferente do pai, que era terrorista. Vale assistir, clicando neste link.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

TAMBÉM NO BRASIL POST:

Os 10 conselhos que você não receberá da polícia das mães