OPINIÃO
06/03/2015 17:39 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Mãe de primeira viagem

mwrobison/Flickr
Baby feet.

Esses últimos meses têm sido bastante animados, em todos os sentidos: minha filha nasceu no fim de janeiro.

Tive uma gravidez muito tranquila e gostosa, mas confesso que dezembro e janeiro foram meses de muita ansiedade. As inseguranças, o desconhecido, a alegria e a vontade de ver a carinha da minha bebê, enfim, foi um turbilhão de emoções e de expectativas criadas.

Planejei tudo. Ou pelo menos eu achava que tinha planejado, porque as coisas aconteceram de uma forma completamente diferente. E deu tudo certo. Minha pequena chegou linda e com muita saúde.

Nos primeiros dias, me descobri uma mãe apavorada, apaixonada e exausta. Da série de coisas que ninguém te conta quando você quer ter um filho. É uma montanha russa de emoções, que variam do pânico ao amor incondicional, da realização à exaustão. Tudo em questão de minutos. Ou segundos. E, um dia depois do outro, as coisas vão se tornando mais naturais e a nossa intuição vai se tornando mais importante. Como diz uma prima muito querida: depois de uns dias, parece que somos as únicas que sabemos cuidar dos nossos pequenos.

Alguns aprendizados desse mês e meio de maternidade. Percebi como temos o péssimo hábito de julgar os outros. Eu me incluo nesse grupo. Tudo parece tão fácil e tão óbvio para quem está de fora. Mas cada um é cada um, e cada família tem o seu ritmo, suas verdades. Há boas práticas e orientações sobre como fazer, mas como elas se adequam às diferentes rotinas varia de caso a caso. E isso é a beleza da coisa: encontrar o que funciona melhor para a minha família. Claro que isso traz um monte de inseguranças e medos pelo caminho. Seria mil vezes mais fácil uma receita de bolo que dissesse exatamente o que tenho que fazer. Mas ter a oportunidade de construir uma rotina só nossa é muito especial.

Estou bem no começo dessa minha jornada como mãe, mas vamos em frente. Um dia após o outro, com o coração aberto para as próximas surpresas.