OPINIÃO
13/02/2014 10:19 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:51 -02

A mudança virá de outro lugar

"Tem que vir daqueles que estão no meio, que tem escolha, que estão cada vez mais preocupados e que sabem que algo precisa ser feito". Frase retirada do vídeo: Cientistas Descobrem Ponto Crítico Para o Contágio de Ideias.

É isso! Acredito mesmo que estamos passando por uma fase de intensas transformações. Que muitos já têm consciência de que novos paradigmas precisam ser criados e outros inclusive já estão vivendo e criando estes novos paradigmas. Um novo mundo, no sentido de novas práticas, valores e relações, já está acontecendo e minha vontade com esse espaço é compartilhar com você o que estou vendo de mais inovador, inusitado, transformador e inspirador. Também pretendo trazer minhas inquietações, que são muitas, para juntos podermos fazer mais perguntas e, quem sabe, sua pergunta traga uma luz para a minha, e assim seguimos, juntos.

Voltando ao vídeo... aqui é retratado um fenômeno já descrito pelo biólogo inglês Rupert Sheldrake em meados da década de 70, denominado por ele de "ressonância mórfica" que, descrevendo de maneira leiga, seria: a mudança de comportamento de um indivíduo influencia outros ao seu redor. Depois que um percentual de indivíduos passa a ter este comportamento adaptado, esta nova informação, através da ressonância mórfica, atinge todos os outros indivíduos da mesma espécie, independente da distância física entre eles.

Olha que grande oportunidade! Temos cientistas afirmando que podemos sim transformar a nossa realidade a partir do momento que assumimos novas atitudes, que operamos nosso sistema com novos valores e, daí, sem pretensão alguma, naturalmente vamos contagiando os que estão ao nosso redor, pelo simples Ser (em oposição ao falar, pregar, insistir...). Quando formos 10% da população sendo a diferença, naturalmente estes novos comportamentos serão manifestados pelos outro 90% da população (!!!!). Também quer dizer que podemos SIM criar o novo amanhã que queremos, e não ficar passivamente esperando...

Não sei se você acredita ou não. O meu convite é que, com leveza e muita diversão, cada um que quiser experimente "ir sendo" diferente, nas ações que escolher, no que julgar importante... e vamos ver o que acontece! Afinal, pior não vai ficar.