OPINIÃO
03/02/2014 09:48 -02 | Atualizado 26/01/2017 20:51 -02

H&M já está esticando as mangas

Divulgação

O varejo brasileiro voltou a ficar ouriçado nos últimos dias com a iminência do desembarque da gigante sueca H&M no país.

A família controladora da segunda maior empresa de moda do mundo (só atrás da espanhola Zara) confirmou nesta semana que está 'olhando bem de perto' o Brasil. O país deve ser a próxima parada no grupo na sua expansão na América do Sul, onde pisou no ano passado com a abertura de uma loja em Santiago do Chile.

Intensamente especulado desde 2012, o ingresso da H&M no mercado brasileiro pode ocorrer ainda em 2014, como parte do plano de avanço global da marca, que se prepara para esticar as mangas para países da Ásia, África e América do Sul.

A cadeia já tem uma ligação forte com o Brasil: recentes campanhas publicitárias da bandeira tiveram as tops brazucas Gisele Bündchen e Alessandra Ambrósio como garotas-propaganda.