Opinião

Ressaca e recomeço

Claro que às vezes exageramos na dose dos afetos, amores e prazeres. Mas esse sofrimento todo pode trazer aprendizados e alegrias futuras, acredite!
Esta postagem foi publicada na plataforma, agora fechada, do Colaborador do HuffPost. Os colaboradores controlam seu próprio trabalho, que são postados livremente em nosso site. Se você precisa denunciar este artigo como abusivo, envie-nos um e-mail.

Cá estamos nós no pós-carnaval retomando (ou começando) o ano de 2014. Na área amorosa e sexual, se a folia foi boa, excelentes memórias eróticas ficam armazenadas e podem ser munição para apimentar o desejo e as fantasias da vida sexual. Mas se não foi tão bacana assim, resta entre outras coisas a ressaca emocional. Mas será que precisa ser assim?

Talvez não. Claro que às vezes exageramos na dose dos afetos, amores e prazeres. Claro também que isso pode trazer um arrependimento danado. E uma baita ressaca emocional. Mas esse sofrimento todo pode trazer aprendizados e alegrias futuras, acredite! No entanto, será preciso abrir os olhos para ver.

Ver o quê? Dentro de si: quais são seus limites, seus desejos e suas expectativas em relação ao amor e ao sexo? Do que você de fato gosta ou gostaria de viver? Até onde você verdadeiramente gostaria de ir?

Aproveitar o momento de recomeço para investigar-se e planejar novos rumos é atitude esperta e saudável. E a ressaca? Quando você se der conta, ela já passou. Bom ano!