OPINIÃO
03/06/2015 18:15 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:19 -02

Ganhei US$ 41,8 mil como anfitrião do Airbnb

Comecei como todas as outras pessoas: cético, mas intrigado. Quem vai alugar meu quarto? É seguro? Por sorte, o Airbnb tem um ótimo sistema de verificação, resenhas e notas. Pensei: por que não?

Kelly Kampen

Meu começo no Airbnb

Moro em Bancoc, a segunda cidade mais turística do mundo. Sou anfitrião do Airbnb faz pouco mais de dois anos e já recebi mais de 700 pessoas, de mais de 70 países, ganhando quase 42 mil dólares.

Minha casa tem três andares e quatro quartos. A cozinha e a sala ficam no térreo, no primeiro andar ficam três quartos e, no segundo, tem mais um quarto de visitar grande, cercado por duas varandas.

Em abril de 2013, poucos meses depois de me mudar para uma casa maior em Bancoc, um amigo me perguntou se eu tinha espaço para receber um amigo dele de San Francisco. Eu estava acostumado a receber visitas no meu antigo quarto de visitas, então disse que não haveria problemas, o amigo poderia ficar em casa.

Aquele amigo era Bowei Gai, durante sua World Startup Tour. Foi uma ótima experiência recebê-lo em casa, e ele me incentivou a colocar meu quarto no Airbnb.

Comecei como todas as outras pessoas: cético, mas intrigado. Quem vai alugar meu quarto? É seguro? Sendo da área de tecnologia, conhecia o Airbnb, mas nunca tinha pensado em colocar meu quarto para alugar. Por sorte, o Airbnb tem um ótimo sistema de verificação, resenhas e notas. Pensei: por que não? Vou tentar.

Meu primeiro quarto no Airbnb, o maior dos dois do andar de cima

Originalmente, comecei só com o quarto do segundo andar. Tirei umas fotos bem ruins, preenchi os formulários do site e coloquei um preço de 19 dólares. Em alguns dias, recebi o primeiro contato: Johnny, do Rio de Janeiro. Que legal! (A propósito, se você for ao Rio, confira o anúncio de Johnny no Airbnb.

Em 9 de maio de 2013, recebi meu primeiro hóspede. Inicialmente Johnny reservou o quarto por três dias, mas acabou ficando uma semana. Como ele também é anfitrião do Airbnb, Johnny acabou me ajudando com várias dicas preciosas. Juntos, demos um jeito no quarto - comprei um frigobar, um espelho grande e pendurei o quadro que você vê na foto, entre outras pequenas coisas. Minha primeira experiência foi absolutamente incrível e deu o tom de como interagir com os hóspedes.

Johnny também me fez pensar no quarto de hóspedes menor, que era meu escritório. Eu mal entrava lá - tinha me acostumado a trabalhar na sala.

Meu segundo quarto, menor, no Airbnb

Então, em meados de junho, abri meu segundo quarto. Pouco depois, ele já estava ocupado. Esse quarto acabou fazendo muito mais sucesso que o primeiro.

Foi assim que comecei no Airbnb. Nestes últimos dois anos, aprendi tanto que gostaria de dar algumas dicas. Assim como Johnny e tantos outros fizeram comigo.

O básico dos quartos

. Fotos

No começo, tirava fotos com meu iPhone. Na época funcionava. Mas, depois de entender do sistema do Airbnb, descobri que eles poderiam mandar um fotógrafo profissional para fazer as fotos da minha casa. Uau, que diferença. O interesse pela minha casa aumentou imediatamente.

. Limpeza

Nunca é demais dizer. Manter o espaço limpo é imperativo. Sempre imaginei que eu tinha de manter um padrão de hotel. Afinal de contas, meus hóspedes poderiam ter escolhido ficar num hotel, onde o quarto seria arrumado todos os dias. Me certifico de que os quartos são limpos todos os dias, mesmo que o hóspede esteja lá. Tenho uma pequena vantagem por morar na Ásia: uma pessoa limpa minha casa todos os dias. Mas, se você estiver nos Estados Unidos, há serviços que fazem isso por você.

. Boas-vindas aos hóspedes.

Tento receber todos os meus hóspedes. Nem sempre consigo por causa do trabalho. Mas, se não puder fazê-lo, dou um jeito de encontrá-los durante a estadia. Dar uma cara à casa ajuda muito e faz toda a diferença nas opiniões que os hóspedes vão deixar no site. Você tem a chance de responder perguntas, dar dicas sobre a área e causar boa impressão.

. Preço

O Airbnb dá sugestões com base no que outros anúncios da mesma área estão cobrando. Se você está começando, recomendo cortar o preço pela metade, pelo menos dos três a cinco primeiros hóspedes. Isso gera boas resenhas e vai deixar as pessoas à vontade para reservar sua casa. Depois de ter acumulado algumas resenhas, comece a aumentar o preço. Vou escrever outro artigo sobre como uso Flux-Pricing para ter sempre os melhores preços.

. Chaves

Tenho a sorte de ter uma fechadura eletrônica na porta de casa. Isso facilita a vida dos hóspedes. Se não estiver por perto, posso passar o código da porta da frente e deixo em casa uma mensagem de boas vindas e as chaves do quarto.

. Pequenos luxos

Pequenos detalhes fazem uma enorme diferença. Todos os meus quartos têm um frigobar, que estoco com refrigerantes, água, biscoitos, chocolates e outras coisinhas. Também coloco café e chá, além de uma máquina para esquentar a água. No banheiro, sempre há pasta e escovas de dente extra, sabonetes, xampu, condicionador e secador.

. Avisos

Essa só vale para quem estiver anunciado um quarto. Comprei avisos como os de hotel para colocar na porta dos quartos: "não perturbe", "pode entrar" etc.

Comunicação

. Responda rápido

Recomendo baixar o aplicativo do Aibnb para o smartphone. O Airbnb recompensa os anfitriões que respondem rápido com uma boa colocação no ranking. Lembre-se que o hóspede está entrando em contato com você e com outros anfitriões ao mesmo tempo. Se você responder de forma rápida e informativa, é mais provável que ganhe o "cliente".

O aplicativo do Airbnb é um dos poucos do meu celular que podem exibir notificações. Sei que se responder rápido e bem vou ganhar a reserva. Tento sempre responder imediatamente, mesmo que seja para dizer que estou ocupado e volto a entrar em contato mais tarde.

Dica: Você também pode responder diretamente, basta dar um reply no email enviado pelo Airbnb.

Resenhas e confiança

A comunidade Airbnb é feita de confiança e resenhas. Se você estiver começando como anfitrião, não terá nenhuma resenha. Eis algumas dicas para conseguir o primeiro hóspede:

. Verifique sua conta :

Use foto, email e telefone verdadeiros, no mínimo. Se você tiver Facebook e LinkedIn, é bom adicioná-los também.

. Peça referências aos amigos: Se você conectar sua conta do Facebook, pode ver que amigos já estão no Airbnb. Sugiro que peça referências a eles.

Essas dicas vão dar confiança a seu primeiro hóspede, especialmente se você recebeu poucas resenhas.

Depois que um hóspede ficou na sua casa, você e ele vão receber um pedido para avaliar a experiência. Sempre mando um email para o hóspede no dia em que ele vai embora, agradecendo sua presença e pedindo que ele por favor faça uma resenha. Sempre me certifico de completar a resenha dos hóspedes imediatamente -- eles são avisados que postei minha opinião, e funciona como mais um empurrãozinho para que eles façam o mesmo.

Nota: As duas resenhas só aparecem no sites depois que as duas forem postadas.

É por isso que sempre peço que façam resenhas. Você nunca sabe o que vai acontecer.

Fico tocado

Sempre falo em eventos do Airbnb para novos anfitriões. Como resultado, recebi um lindo prêmio no ano passado. Ele me enche de alegria. Airbnb, obrigado por ser incrível!

Prêmio de Superstar Superhost (com meu sobrenome escrito errado)

Post publicado originalmente no Medium

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.