OPINIÃO
05/03/2014 14:51 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:12 -02

Carnaval em Colônia: <em>einmal geht es noch</em> (FOTOS)

A cidade no oeste da Alemanha é famosa entre foliões e, este ano, atraiu nada mais nada menos que 2 milhões de visitantes para o seu carnaval. Veja as fantasias mais comuns.

Na Europa, Colônia é sinônimo de festa. A cidade no oeste da Alemanha é famosa entre foliões e, este ano, atraiu nada mais nada menos que 2 milhões de visitantes para o seu carnaval. Mas pode o maior carnaval europeu conquistar aqueles que estão habituados à folia no Brasil? Sim, e fácil!

Apesar dos mais de 100 blocos desfilando pelas ruas de quinta à terça-feira, a cidade funciona normalmente. O transporte público e as ruas não se mostram mais sujos do que em qualquer outro fim de semana do ano: um ou outro copo abandonando e só. Lojas, restaurantes e até empresas mantém seu expediente normal. Mas é raro encontrar - mesmo entre aqueles que estão trabalhando - alguém sem fantasia.

Fantasiar-se durante o carnaval em Colônia é coisa séria. Os acessórios vão muito além das perucas coloridas ou orelhas de bichinhos. Com temperaturas entre 8 e 10 graus, nós estamos falando de maquiagem completa e uma quantidade embaraçosa de onesies de zebras, vacas, porcos, pinguins, tigres... A lista de animais é quase infinita. Esse ano, entre as fantasias mais populares estavam a de francês (composta pela simplicidade de uma camisa listrada em azul e branco, boina, bigode e uma baguete debaixo do braço), a de piloto (onesie jeans em verde militar e óculos escuros), a de Jack Sparrow e a tradicional torcedor do FC Köln (camisa e meias listradas em branco e vermelho mais o escudo do time de futebol pintado no rosto).

As fantasias mais vistas no Carnaval de Colônia 2014

1. Onesies de animais

2. Torcedor do FC Köln

3. Pilotos

As fantasias mais surpreendentes no Carnaval de Colônia 2014

1. Jogador de futebol americano

2. Gladiador

3. Macacos estilosos do vídeo Alles Neu, do músico alemão Peter Fox

5. Hmm... a descrição dessa fantasia eu deixo para vocês

Embora beba-se (e muito!) durante a festa, não sofri assédio e nem mesmo vi uma briga. O policiamento é extenso e garrafas são proibidas nas imediações dos blocos - o controle é feito por barricadas organizadas nas ruas laterais às praças onde os foliões se concentram.

Pela sensação de segurança e pela número impressionante de foliões fantasiados da cabeça aos pés, torço para que o pedido feito à Unesco pela comissão organizadora do carnaval de Colônia para declarar a festa patrimônio cultural imaterial seja aceito.