OPINIÃO
10/11/2014 11:38 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Dormindo com o... amigo?

Divulgação

A mais bem sucedida startup austríaca lançou na última quinta-feira, 6 de novembro, seu novo aplicativo. Agora, além de registrar o que você faz acordado, você também medirá a quantidade e qualidade do seu sono com um app da Runtastic.

O Sleep Better ("Durma Melhor", em tradução livre) abusa de botões transparentes e fontes etéreas: aparência que nos remete à queridinha interface Aero, introduzida pela Microsoft e aperfeiçada no Windows 7. Ponto positivo para quem ainda é novato no universo dos smartphones - um grupo que, convenhamos, está à beira da extinção.

Como outros aplicativos da categoria, o Sleep Better garante um acordar menos penoso por programar seu alarme para as fases mais leves do sono. Graças ao diário digital, você pode acompanhar como o consumo de cafeína e bebida alcoólica ou a prática de atividades físicas influencia a qualidade do seu descanso.

Disponível para iOS e Android, a última coleção de linhas de código escritas em Pasching, na Áustria, cumpre o que promete em sua descrição: ajudá-lo a mensurar seu hábitos e levar uma vida mais sadia. Infelizmente, a Runtastic chega tarde para a festa de apps para o sono e medida de humor e a maioria das resenhas sobre o aplicativo não o considera essencial.

Uma relapsa seguidora da onda do Quantified Self, testei dormir com meu telefone pela primeira vez na noite passada.

A necessidade de deixar o telefone plugado na tomada e, ao mesmo tempo, colocá-lo ao lado do travesseiro me incomodou - e se eu me mover tão bruscamente ao ponto de derrubar o recém-comprado Galaxy S5? E onde está mesmo aquela extensão elétrica (já que perto de minha cama não há tomadas)? Nada demais aconteceu, mas confesso que acordar para um display riscado estava entre os meus cenários de pesadelo.

E, falando em pesadelo, acabei sonhando com aplicativos e pedir um táxi pelo celular. O que não deixa de corroborar com a lista de motivos publicada aqui mesmo no Brasil Post para deixar o celular fora do quarto. Um sonhozinho mais imaginativo ajuda a relaxar, não é não?!

Mas dispor de estatísticas quanto à duração do sono - mais especificamente quanto à duração de cada fase do sono, de leve e moderado à profundo - de maneira tão simples, rápida e barata é mesmerizante.

2014-11-07-Screenshot_20141107150800.jpg

(Antes do Sleep Better, eu não sabia, por exemplo, que aquela taça de vinho tinto e o muffin de chocolate pouco antes de me deitar resultariam em apenas 3 minutos de sono profundo!)

O alarme inteligente também conta como ponto positivo. Se não dormi melhor, pelo menos acordei melhor graças à melodia indie surpresa em um momento no qual eu já estava à borda da consciência. Muito melhor que o tradicional toque estridente do alarme tradicional do S5.

Essa noite, Sleep Better vai dormir de novo comigo.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

TAMBÉM NO BRASIL POST:

7 condições do sono