OPINIÃO
02/02/2015 18:52 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Por que o meu filho não foi vacinado (não é o que você está pensando)

Enquanto eu não duvido que os pais que decidem não vacinar seus filhos acreditam estar fazendo o melhor para eles, a verdade é que eles estão transformando seus filhos em riscos à saúde pública ambulantes por várias razões.

Jamie Davis Smith

Eu amo meu filho profundamente e quero protegê-lo de qualquer perigo da melhor forma que eu puder -- e ele não foi vacinado. Por quê? Porque ele é um bebê de sete semanas e, com exceção da vacina contra a Hepatite B, não é seguro para ele tomar vacinas.

Como eu não posso vacinar o meu filho ainda, ele está suscetível a uma grande variedade de doenças que pode ser prevenidas, desde a coqueluche até o sarampo. Algumas dessas doenças podem ser fatais, principalmente para os bebês.

Mas, o meu filho é um recém-nascido saudável que está crescendo bem e que será vacinado contra um gama de doenças terríveis assim que seja seguro que ele seja vacinado. Por quê? Porque fazemos de tudo para nos mantermos saudáveis, como comer alimentos orgânicos e não-transgênicos sempre que possível, além de tomar vitaminas e fazer exercícios regularmente. Eu sei que ainda existem outras coisas que eu posso fazer para proteger o meu filho de tantas doenças que já destruíram as vidas de muitas famílias no passado.

Quando o meu filho finalmente puder ser vacinado, eu poderei respirar aliviada, sabendo que ele está protegido, que por ele ter nascido com saúde e com acesso a cuidados médicos de alta qualidade no século 21 estará protegido de pegar muitas doenças que assolavam a geração dos bisavós dele -- que ainda devastam países onde as vacinas não estão facilmente disponíveis ou financeiramente acessíveis.

Quando o meu filho tiver idade suficiente para ser vacinado, daquele momento em diante ele nunca terá que se preocupar em contrair doenças terríveis que apresentam riscos de complicações sérias, tal como pólio ou rubéola, que podem ser prevenidas. Ele não terá que sentir na pele um surto de catapora como o que se alastrou como fogo pela minha escola no ensino fundamental e que causou muito desconforto para as crianças que contraíram casos mais sérios, que tiveram catapora até na garganta e olhos. Sou extremamente grata por poder oferecer esse tipo de proteção ao meu filho e ajudar a garantir que ele viva um vida longa e saudável.

Existem muitas crianças, provavelmente até no próprio local em que você vive, que não poderão ser vacinadas devido a questões de saúde que vão de alergias a disfunções do sistema imunológico ou tratamentos de câncer, que podem debilitar totalmente o sistema imunológico delas. Entre elas, certamente estão alguns bebês. Essas crianças são algumas das mais vulneráveis da nossa sociedade -- e também têm a menor probabilidade de contrair uma doença séria.

Aquelas que não têm idade suficiente para serem vacinadas e que são saudáveis o suficiente para receberem vacinas -- mas não o são -- acabam colocando a vida do meu bebê em risco. Elas colocam em risco a vida de crianças que estão tão debilitadas que não podem ser vacinadas e podem contrair doenças que podem ser prevenidas e em algumas situações extremas, resultar em um morte que poderia ser evitada.

Apesar de não culpar essas crianças pelas decisões que seus pais tomaram de não vaciná-las, eu não quero essas crianças sem vacinas perto dos meus filhos. Eu quero que elas fiquem bem longe do meu filhinho bebê e de todas as outras crianças que não podem ser vacinadas. Com o recente surto de sarampo relacionado aos shows na Disneylândia, não é preciso muito para que a doença se espalhe e deixe as crianças bem doentes. Apesar de ninguém nos EUA precisar sofrer com sarampo, que foi erradicado do país em 2000, os casos de sarampo têm crescido graças à exposição de pessoas sem vacina em outros países. Só no ano passado, 644 pessoas foram atingidas por uma doença que havia sido completamente eliminada do país há 15 anos. A meu ver, isso é um enorme retrocesso. Em vez de termos uma população mais saudável, estamos ficando mais doentes.

Os meus três filhos mais velhos já tomaram todas as vacinas. A cada picada da agulha, o pediatra me lembra que existem riscos associados com vacinas. Mas, a maioria desses riscos são pequenos e infrequentes e o risco das complicações das vacinas é bem menor do que o risco de contrair uma doença potencialmente fatal.

Enquanto eu não duvido que os pais que decidem não vacinar seus filhos acreditam estar fazendo o melhor para eles, a verdade é que eles estão transformando seus filhos em riscos à saúde pública ambulantes por várias razões. Se os pais expuseram seus receios ao pediatra, é provável que o médico tenha uma conversa franca com eles e talvez até ofereça informações que possam acalmar seus temores sobre vacinas. Uma das razões mais comuns para os pais não vacinarem os filhos é o medo do autismo. No entanto, nunca se achou uma relação entre o autismo e vacinas. Até a organização Autism Speaks encoraja os pais a vacinarem os seus filhos, afirmando que nenhuma ligação foi encontrada entre vacinas e o autismo.

Os pais precisam entender que quando estiverem tomando a decisão de vacinar ou não seus filhos, estão tomando uma decisão que só deixa o próprio filho suscetível a contrair uma doença séria com riscos de sérias complicações; estão também colocando em risco as vidas de várias outras crianças também. Outra questão que aumenta ainda mais o peso dessa decisão é que as crianças que tem maior probabilidade de sofrer com as consequências dessa decisão são filhos de pais que nunca tiveram escolha sobre se iriam ou não vacinar o filho(a) de saúde muito frágil ou que ainda não tem idade para ser vacinado.

Como mãe, eu acredito que devo fazer tudo que estiver ao meu alcance para manter a saúde dos meus filhos e protegê-los de doenças. Então, apesar do meu filho ainda não ser vacinado, assim que for possível, ele será vacinado.

Todos queremos o que é melhor para nossos filhos, mas a verdade é que estamos todos juntos quanta se trata dessa questão. As vacinas são importantes. Elas salvam vidas. E quando elas não são administradas, o impacto pode ser devastador e abrangente. O meu filho não é vacinado porque ainda não tem idade para isso. Eu espero que a saúde dele não seja prejudicada por uma criança que poderia ser vacinada mas não foi.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

Siga a gente no Twitter

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

VEJA TAMBÉM:

  • Capadócia (Turquia)
    Capadócia (Turquia)
    Anadolu Agency via Getty Images
    Seu filho é hiperativo e adora fazer mil coisas ao mesmo tempo? Um passeio pela Capadócia, na Turquia, pode ser o lugar mais do que recomendado para ele se divertir. Com diversos elementos que parecem ter saído de um livro, o cenário incrível conta com pedras em formato de cogumelo, cidades antigas subterrâneas e hotéis esculpidos nas rochas. É muito divertido entrar e sair das cavernas onde, no passado, populações inteiras viviam. Os passeios de balão também são uma experiência emocionante para a garotada. Todas as manhãs dezenas de balões sobem aos céus, numa festa de formas e cores. Camelos, montanhas, vulcões extintos, desertos e cenários de tirar o fôlego estão por todos os lados. Experimente
  • Monte Saint-Michel (França)
    Monte Saint-Michel (França)
    saigneurdeguerre/Flickr
    Indicado para príncipes e princesas de todas as idades, a cidadela de Monte Saint-Michel, na França, é o cenário mais do que recomendado para os fanáticos por histórias medievais. Projetado como um mosteiro fortificado, a construção de muros altos e habitações históricas parece ter saído de algum livro do Rei Arthur ou outro clássico da literatura. Cercado de água por todos os lados, o ambiente é perfeito para quem busca viver uma aventura no mundo real, efeito reforçado pelos jardins internos, torres e paisagens típicas. Localizado na Normandia, noroeste da França, o castelo não é a única grande atração da região, que conta com várias referências históricas, indo de outros cenários medievais até lugares repletos de informação sobre a 2ª Guerra Mundial. Experimente
  • Safári no Parque Nacional Kruger (África do Sul)
    Safári no Parque Nacional Kruger (África do Sul)
    Dan Kitwood via Getty Images
    Com quase 20 mil km², a Reserva Nacional Kruger, na África do Sul, é um paraíso para os apaixonados por safáris e feras selvagens. Com diversas alternativas de passeios, a aventura é indicada para quem busca estar perto de leões, elefantes, girafas e outros animais típicos da selva africana. Que tal se hospedar em barracas de luxo no meio da selva e ouvir o rugido de leões durante a noite? As árvores gigantes conhecidas como Baobás também impressionam os pequenos. Experimente
  • Warner Bros. Studio Tour London (Inglaterra)
    Warner Bros. Studio Tour London (Inglaterra)
    ASSOCIATED PRESS
    Seus filhos adoram a série Harry Potter? Ora, nada melhor do que um passeio pelos estúdios onde ela foi gravada. Há pouco mais de uma hora do centro de Londres, o cenário conta com um dos maiores acervos de toda a produção dos filmes. Estão lá roupas, cenários, poções, estátuas, uma réplica do castelo de Hogwarts e todo o universo mágico da série. Que tal voar de vassoura vestido como o próprio Harry ou ainda comprar a sua varinha no Beco Diagonal? Durante o passeio, tudo isso é possível. A vista conta ainda com pacotes de ingressos específicos, para atender toda a família. Experimente
  • Tailândia
    Tailândia
    PORNCHAI KITTIWONGSAKUL via Getty Images
    Destino certo para jovens mochileiros e casais apaixonados, a Tailândia também é um paraíso para toda a família, e isso inclui os pequenos. Já pensou em andar de elefante no meio da selva tropical do país? E que tal visitar ruínas antigas, construções tomadas pela mata e que parecem ter saído de algum jogo de aventura? Isso não vai faltar ao visitante. Com diferentes paisagens e cenários a serem explorados pelo público, a Tailândia conta tanto com praias refrescantes, como Hua Hin e Krabi, até rochas imensas na beira da praia e que podem ser visitadas de barco pelos turistas. Seu filho vai se sentir um verdadeiro explorador. Experimente
  • Hobbiton (Nova Zelândia)
    Hobbiton (Nova Zelândia)
    miss_rogue / Flickr
    Em busca de passagem para um mundo mágico e recheado por histórias fantásticas? Um passeio por Hobbiton, a Terra dos Hobbits, pode ser a melhor indicação para as férias dos seus filhos. Situado na cidade Matamata, na Nova Zelândia, o vilarejo construído especialmente para as gravações de O Senhor dos Anéis e O Hobbit foi transformado em parque temático, despertando o interesse de visitantes do mundo todo. Pacato, o local conta tanto com o acolhedor cenário e as habitações do filme, como com uma variedade de alimentos típicos e passeios que buscam estimular a imaginação do visitante. A Nova Zelândia conta ainda com uma forte cultura local, influência dos povos Maori, além de diversos atrativos para quem busca por aventura radicais. Experimente
  • Galápagos (Equador)
    Galápagos (Equador)
    88rabbit/Flickr
    Um dos filhos adora aventuras e paisagens paradisíacas enquanto o outro não cansa de absorver informação? Galápagos talvez seja uma solução inteligente para isso. Com uma variedade de pacotes turísticos e um fluxo constante de cruzeiros de navio - perfeito para os pais -, o arquipélago situado no Equador abriga desde a procurada Fundação Charles Darwin, que lá se inspirou para criar a teoria da seleção natural, até praias de águas quentes. É possível chegar perto de focas, iguanas, tartarugas gigantes e toda uma variedade de bichos. Em Galápagos, é possível mergulhar com lobos do mar, cardumes de golfinhos e esquadras de tubarão martelo. Mas é preciso ser mergulhador certificado. Experimente
  • Aruba (Caribe)
    Aruba (Caribe)
    Len Radin/Flickr
    Tudo o que eles querem é sol, praia e diversão? Nada que uma viagem para Aruba não possa resolver. Para quem pretende fugir do inverno brasileiro durante as férias da criançada, o cenário paradisíaco localizado no Caribe é o ambiente mais do que perfeito para encontrar praias de água límpida, areias brancas e muitas opções de lazer para crianças e adultos. Com pacotes para todas as faixas de preços, é possível encontrar desde estadias temporárias, rápidas, até férias de longa duração. Passeios de barco, compras e uma culinária repleta de opções para todas as idades. Experimente
  • Kangaroo Island (Austrália)
    Kangaroo Island (Austrália)
    Auscape via Getty Images
    Se a sua família vai fazer um passeio pela Austrália e busca por atrações variadas para as crianças, Kangaroo Island é a melhor opção. Com uma fauna riquíssima, o cenário localizado na região sul do continente australiano conta com leões marinhos, coalas e, claro, cangurus. A ilha ainda conta com atrações como trilhas ecológicas, passeios por cavernas e curiosas formações rochosas. Enquanto as crianças podem se divertir nas diversas atividades que caracterizam a ilha, os pais podem descansar nos hotéis e nas praias colhedoras que pintam o ambiente. Já que você vai estar pela Austrália, aproveite para conhecer o resto do país! Experimente
  • Legoland (Dinamarca)
    Legoland (Dinamarca)
    Timm Schamberger via Getty Images
    Colorido e repleto de possibilidades para crianças e adultos, o parque temático Legoland é uma boa opção para escapar dos sempre movimentados parques da Disney. Localizado na cidade de Billund, na Dinamarca, o parque conta com diversas atividades diárias e atrações específicas que vão transportar os pequenos para o mundo criativo dos blocos de montar. Da cidade em miniatura, ao passeio de trenzinho e escorregadores coloridos, o que não falta são atrativos para manter a criançada brincando o dia todo. Os pais podem aproveitar para conhecer a região, marcada pelo cenário aconchegante e o clima ameno. Experimente
  • Buenos Aires (Argentina)
    Buenos Aires (Argentina)
    beedieu/Flickr
    Recomendado tanto para as férias de junho e julho (inverno) como para o período de descanso em janeiro (verão), Buenos Aires é um destino perfeito para os pais e casais apaixonados, mas ainda melhor para as crianças. Com alto valor histórico e diversos pontos turísticos que vão envolver toda a família, a cidade oferece diversas atrações como parques, centros históricos e um forte centro comercial. Entretanto, é no Museo de los Niños que as crianças vão mais se divertir. Recomendado para crianças menores de dez anos, o pequeno parque temático imita uma cidade em miniatura, apresentando desde aulas de culinária - é possível fazer doce de leite -, até brinquedos interativos e espaços coloridos para entreter os pequenos. O melhor de tudo: fica pertinho do Brasil. Experimente
  • Playmobil Funpark (França)
    Playmobil Funpark (França)
    Timm Schamberger via Getty Images
    Para os pais que querem fazer um tour romântico por Paris, mas também querem que as crianças se divirtam, uma alternativa é o Playmobil Funpark. De fácil acesso e a poucos minutos da região central da capital francesa, o parque temático, à exemplo da Legoland, é um mundo de brinquedos feito especialmente para as crianças. Escorregadores, castelos, atividades para todas as idades e brinquedos, muitos brinquedos por todas as partes. Por se tratar de um espaço fechado, é um cenário altamente recomendado caso aquela chuva surpreenda a família. Experimente
  • Londres (Inglaterra)
    Londres (Inglaterra)
    Foto: szeke/Flickr
    Além dos tradicionais pontos turísticos como o Big Ben, a Torre de Londres e a imensa roda-gigante London Eye, Londres tem atrativos para crianças de todas as idades e gostos. Há desde castelos, ruínas e antigas construções históricas que vão agradar aos mais aventureiros, a museus de ciência e história natural, com impressionantes fósseis de dinossauros. Já quem é apaixonado por animais vai se encantar com o Zoológico de Londres. considerado um dos melhores do mundo. Experimente
  • Havaí (Estados Unidos)
    Havaí (Estados Unidos)
    Pet_r/Flickr
    Aloha! Para quem busca por uma solução simples e que atenda às exigências de toda a família, um passeio pelo Havaí é mais do que recomendado. Praias, vulcões, uma cultura própria, passeios diversos, comidas típicas e opções para quem busca descanso ou simplesmente diversão. São diversas ilhas e praias e pacotes acessíveis aos mais diversos públicos. Com atividades que incluem mergulho e passeios por vulcões adormecidos, opções não vão faltar aos pequenos, que ainda podem se refrescar nas diversas piscinas e parques que ocupam todo o arquipélago. Calce os chinelos, vista a camisa florida e divirta-se. Experimente
  • Parque Nacional Yellowstone (Estados Unidos)
    Parque Nacional Yellowstone (Estados Unidos)
    lorenkerns/Flickr
    Inaugurado em 1872, o Parque Nacional Yellowstone é o mais antigo parque nacional do mundo e um dos destinos mais visitados dos EUA. Espalhado ao longo de três estados norte-americanos - Wyoming, Montana e Idaho -, o cenário inclui cachoeiras poderosas, rios de água quente, gêiseres que lançam jatos de água fumegante a dezenas de metros de altura, incríveis formações rochosas, montanhas e florestas de pinheiros. O parque também tem uma fauna incrível, com manadas de bisontes que atravessam as estradas, lobos, ursos, antílopes e alces. Parece que a Terra está surgindo ali, naquele momento. Inesquecível. Experimente
  • Everglades (Flórida, Estados Unidos)
    Everglades (Flórida, Estados Unidos)
    ASSOCIATED PRESS
    Não conseguiu escapar da Flórida, mas busca por uma alternativa aos parques da Disney? Talvez a região de Everglades apresente um mundo novo para os pequenos. Recomendado para toda a família, o cenário é perfeito para desbravar as áreas pantanosas que ocupam toda a região. Cercado por animais selvagens como crocodilos e serpentes, o parque é indicado aos corajosos. Uma boa opção são os passeios de airboats, que contam tanto com pacotes para excursões, como edições especiais para famílias pequenas. Experimente
  • Kennedy Space Center (Estados Unidos)
    Kennedy Space Center (Estados Unidos)
    Foguetes, telescópios e um passeio pelo espaço, mas sem precisar sair da Terra, assim é o Kennedy Space Center. Altamente recomendado para crianças curiosas e fanáticas por ciência, o cenário localizado em Cabo Canaveral, na Flórida une informação e diversão em um só lugar. Além do requisitado Jardim dos Foguetes, onde estão algumas das antigas aeronaves do programa espacial norte-americano, o espaço conta com a presença de satélites e de todo um arsenal de objetos científicos. Para crianças menores, o KSC conta ainda com o Children’s Play Dome, um ambiente com escorregadores e diversas atividades inspiradas na temática espacial. Experimente