OPINIÃO
25/02/2016 12:51 -03 | Atualizado 27/01/2017 02:13 -02

O Limite do Ser

O limite de cada um é relativo.

O que é muito pra mim pode ser pouco pra você, e vice versa.

E ás vezes querem nos impor limites.

Conheço a história de um menino pobre, gêmeo de uma irmã, criado por uma mãe que me falta adjetivos pra falar dela.

Já pequeno se deparou com um primeiro obstáculo: foi questionado por ter a pele mais clara do que sua irmã, já que seus pais são negros.

Algum tempo depois, ele foi diagnosticado com transtorno de ansiedade, síndrome do pânico e surto de esquizofrenia.

Remédios e internações fazem parte da sua rotina nada fácil diante de um mundo que não sabe lidar com as diferenças.

Que forma rude que o ser humano tem de lidar com alguém assim.

"Esse menino não vai ser ninguém... Ele vai ser sempre dependente... Não vai conseguir estudar, se formar."

Muitos "nãos".

Eu pergunto: quem somos nós para dar limite á alguém?

O mundo foi criado com lugares diferentes, pessoas diferentes, várias línguas e idiomas justo para que o som da vida não fosse monocórdio.

Pois esses nãos fizeram ele e sua família seguirem: sua mãe e as duas irmãs.

Esse menino acabou de se formar.

É um diplomata, aprovado com unanimidade pela banca.

Fala inglês cursado pela internet e, nas horas vagas, é rapper.

Pois é. Pode ser difícil de acreditar, mas é verdade.

Contra tudo, toda e qualquer opinião contrária, ele nunca se limitou em ficar atrás de um pessimismo, ou complexo de coitadinho. Ele foi à luta.

Você é inspirador, menino.

Penso naqueles que não tem nenhum tipo de diagnóstico e param no meio do caminho...

Avante Guerreiros!

LEIA MAIS:

- A batida do coração do mundo

- O que você joga fora pode reciclar a vida de muita gente

Também no HuffPost Brasil:

Crianças no Complexo do Alemão pedem paz

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: