OPINIÃO
24/08/2015 18:48 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:25 -02

Não ter rotina é legal, mas ter rotina também é

Há dois anos e meio eu estava cansado, vinha de quatro anos de trabalho direto e sem férias. Entrava em vários projetos simultâneos e engatados e estava de novo no "mercado de trabalho" vivendo uma rotina diária que me enchia de desânimo.

Thomas Barwick via Getty Images
Architects working on computer aided design projects at workstations in office

Há dois anos e meio eu estava cansado, vinha de quatro anos de trabalho direto e sem férias. Entrava em vários projetos simultâneos e engatados e estava de novo no "mercado de trabalho" vivendo uma rotina diária que me enchia de desânimo.

Naquele momento surgiu a oportunidade de ingressar como sócio em uma empresa e, antes dos dividendos, o que mais me seduziu naquele momento foi o fato de eu poder decidir em que horário eu trabalharia e, principalmente, fazer o que eu quisesse e como quisesse.

Não vou colocar em discussão aqui o mérito do quanto empreendedores trabalham e o fato das jornadas serem bem mais estressantes e duras do que de muito funcionário. Vou apenas me ater a questão do "você ser o dono do seu próprio tempo". Mesmo sendo responsável por uma equipe de mais de 10 pessoas, era satisfatório poder, se eu quisesse, pegar um cinema às 15h de quarta-feira ou marcar aquele café com um amigo em visita à minha cidade, na segunda-feira às 11h da manhã, sem precisar bater o ponto ou me preocupar com alguém me ligando pra saber onde eu estava.

Existem dezenas de discussões sobre o uso do tempo que temos durante o "horário comercial". Por isso, empresas como o Google deixam o funcionário usar 20% do seu tempo dentro da empresa trabalhando em projetos pessoais. Ainda existem empresas que vão além, como a Netflix, onde a jornada de trabalho não é linear e o funcionário se compromete a realizar suas tarefas dentro da empresa (ou fora dela) e, se quiser trabalhar só uma hora por dia, desde que cumpra suas tarefas, tudo bem. O funcionários pode nem ir trabalhar, desde que se comprometa e mostre comprometimento.

Em um mundo ideal, onde "gastamos" boa parte das nossas vidas ou trabalhando ou dormindo, ter tempo para atividades extras e que definam também quem somos como indivíduos faz-se necessário. Ainda mais dentro do universo hiperconectado e da avalanche cotidiana de informações em que vivemos.

No entanto...

Mesmo em empresas descoladas como Google e Netflix os funcionários acabam trabalhando muito e dedicando boa parte do seu tempo a resolução de problemas internos ou ao seu trabalho "convencional", só que isso o marketing das duas empresas não fala.

O bem da verdade é que "não ter rotina" às vezes cansa. Falando apenas da minha experiência pessoal (a única que eu posso falar totalmente), chega a um ponto em que você se vê ali com muito tempo livre, mas as pessoas à sua volta (ou aquelas que você gostaria de tomar o tal café às 11h da manhã) não estão disponíveis.

E ainda tem a coisa da troca diária de informação. Eu, por exemplo, acabei entrando em uma rotina de trabalho onde eu resolvia as coisas sozinho e eu tenho uma tendência a gostar de trocar informação com as pessoas. Acho que o conhecimento construído coletivamente é melhor que aquele em que aprendemos e ficamos só para nós mesmos. A própria vontade que eu tenho de escrever sobre determinados assuntos também fala sobre isso: É o compartilhar a informação e construir, por meio do debate, o conhecimento que será repassado.

Os caminhos tortuosos do empreendedorismo me fizeram voltar a ser frila e depois me fizeram voltar ao mercado, ter rotina e todos os dias estar oito horas por dia (no mínimo) disponível em um ambiente corporativo... E eu não poderia estar mais feliz. Não por fazer parte da estatística ou me sentir personagem daquela música do Chico Buarque (todo dia ela faz tudo sempre igual...) , mas por poder arejar minha cabeça em conversas alheias, me preocupar apenas com o "meu trabalho" (e não com os impostos que tenho que pagar), poder trocar diariamente conhecimento (e inutilidades) com pessoas com a mesma vibração e, pra finalizar, poder ter meu sentimento de dever cumprido ao final de cada dia.

Galeria de Fotos 10 desculpas mais bizarras para chegar atrasado no trabalho Veja Fotos