OPINIÃO
05/10/2014 18:20 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

6 coisas que você não sabia sobre a votação eletrônica no Brasil

O trabalho em São Leopoldo (onde fui President of the table) foi divertido, mas cansativo para um domingo. Nada como ver essa mensagem na urna eletrônica... mas depois ainda levar o material para apuração.
rtietz/Flickr
O trabalho em São Leopoldo (onde fui President of the table) foi divertido, mas cansativo para um domingo. Nada como ver essa mensagem na urna eletrônica... mas depois ainda levar o material para apuração.

  1. O Brasil é o único país do mundo que tem votação eletrônica sem registro físico dos votos (por exemplo, em papel). Isto é, não tem backup: se tiver bug ou fraude, ninguém fica sabendo, porque não tem com o que comparar[1].
  2. Em 2012, o criptógrafo brasileiro Diego Aranha, professor da UNICAMP, quebrou o sigilo do voto em testes do próprio TSE e revelou falhas que permitem mudar o resultado das eleições[2]. Isso foi confirmado pelo Ministério Público Federal[3].
  3. Este ano (2014), era para ter novos testes públicos. O TSE, depois do vexame de 2012, suspendeu sua realização[4]. Não dá para saber se consertaram as falhas, nem se introduziram outras. (E há indícios recentes de que a coisa só piorou[5].)
  4. A autoridade eleitoral, o TSE, tem os três poderes em um para tudo em matéria de eleições: executa as eleições, legisla sobre como devem ser e julga processos eleitorais. Se for questionado, quem julga é o STF[6], que tem muitos dos mesmos ministros[7]. Na prática, o órgão não presta contas a ninguém.
  5. A fabricante das urnas brasileiras, a americana Diebold[8], foi multada ano passado (2013) em 25 milhões de dólares pelo governo americano por suborno de membros dos governos da China, Indonésia e Rússia.[9]
  6. Mas nem tudo está perdido! Esse ano, o projeto Você Fiscal (do qual sou cofundador) surgiu para cobrar mais transparência e promover uma fiscalização coletiva do processo eleitoral pela sociedade.

Para participar, veja o vídeo e baixe o aplicativo em http://www.vocefiscal.org.

Referências

[1]: http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/eleicoes/urna-e-a-mais-defasada-diz-professor-que-violou-sistema-do-tse,dbeadf0a2566b310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

[2]: http://www.unb.br/noticias/unbagencia/unbagencia.php?id=6375

[3]: http://www.valor.com.br/politica/3573682/urna-eletronica-e-falha-alerta-mp

[4]: http://oglobo.globo.com/brasil/tse-nao-fara-teste-publico-das-urnas-eletronicas-antes-das-eleicoes-12715187

[5]: http://g1.globo.com/tecnologia/blog/seguranca-digital/post/analise-encontra-novas-falhas-de-seguranca-na-urna-eletronica.html

[6]: http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2014/09/04/voto-impresso-para-aumentar-seguranca-foi-rejeitado-pelo-stf

[7]: http://www.tse.jus.br/institucional/ministros/ministros-provenientes-do-stf

[8]: http://www.diebold.com.br/ADieboldPerfilDaEmpresa.aspx

[9]: http://www.justice.gov/opa/pr/diebold-incorporated-resolves-foreign-corrupt-practices-act-investigation-and-agrees-pay-252


MAIS ELEIÇÕES NO BRASIL POST:

Photo galleryPresidenciáveis votam em suas zonas eleitorais See Gallery