OPINIÃO
13/10/2014 08:29 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

A política incomoda muita gente, mas nas redes sociais muito mais

reprodução

A clássica frase "futebol, política e religião não se discute" é a gênese da censura enraizada sutilmente nos brasileiros, e que permeia a sociedade desde os primórdios. Até quando a população verá estes temas como inquestionáveis? Qual o problema em explorar e ouvir a opinião do outro em relação a um determinado assunto, que por vezes, será contrária a sua visão? Nesta semana, li no Twitter e Facebook pessoas publicando suas opiniões e posicionamentos políticos porém, logo em seguida, vi outras incomodadas com o bombardeamento destes "posts".

Acho irônico que, durante a Copa do Mundo, só falávamos sobre isso, ou quando um ator/atriz venha a falecer, segundos depois, todas as paginas sociais e de noticias abordam este tema. E o que falar, quando o primeiro episódio de uma série já foi vista por milhões de pessoas e este, torna-se então o "assunto do momento"? Realmente, permita a liberdade que você deseja no Congresso, respeitando os limites, caso não queira falar sobre determinados assuntos, use a barra de deslocamento no canto direito da sua tela. Isso facilitará e muito a tua vida.

O problema do Brasil esta num fator que pode ser visto da Lua, o egoísmo, pois é com ele que a população vota, é com este mesmo EGO que alguns posicionam as suas ideias e que por vezes, modificam não apenas o país baseadas naquilo que é bom para si mesmas, mas sim criam uma nova forma de como o Brasil será visto pelo resto do mundo. Se todos votassem em prol daqueles que precisam (todos necessitamos de algo, isso é um fato, mas temos de pesar também, o quanto eu tenho mais do que outro), onde, se um jovem não tem educação e assistência do governo, o que será do mesmo quando adulto? (não generalizando). Mas todos têm sonhos, e alguns veem na violência uma forma de conseguir aquilo que sempre desejaram, isso devido a um histórico que muito não se dão o trabalho de enxergar. Seria excepcional ter um governo que seria cobrado de uma maneira justa e correta pela população, mas infelizmente não é assim e muito menos será.

O brasileiro gosta de "dar um jeitinho" nas coisas, de reclamar sem antes confirmar determinadas informações e claro, assim como qualquer ser humano, de apontar os erros dos outros de uma forma que venha a coloca-lo numa posição superior. E eu te pergunto "pra quê"? Até quando seremos egoístas nesta liberdade inexistente? Cadê o "...sou brasileiro, com muito orgulho e com muita honra.."?

A conectividade permite romper barreiras, mas se você não ouvir e ler o que o outro tem a dizer, seja sobre futebol, política ou religião então saiba: nenhum governo seja ele novo ou velho será bom para você, por que invariavelmente será difícil para alguém igual a você distinguir o certo do errado, uma vez que não consegue ver o mundo com os olhos do outro, de alguém que vive uma vida diferente da sua.

O país é uma mistura de raças, cores e paixões, se você deseja um Brasil melhor, comece pelas suas atitudes antes de exigir do próximo. Deixe o seu umbigo de lado.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.


Para saber mais rápido ainda, clique aqui.


VEJA TAMBÉM NO BRASIL POST:

Memes com Aécio