OPINIÃO
16/12/2014 14:37 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

A última aula na USP

Certas emoções, só lá mesmo. Passar no intercâmbio depois de descobrir que "corre, amiga, o prazo final é hoje!". Missão dada é missão esquecida. Lá fui eu correr pra tirar uma 3x4 na Corifeu. Não corre, são só mais 365 documentos. Tudo duplicado: uma na mother tongue, outra na langue étrangère.

giovanna rossin

Quer dizer que não vou mais ver os grupos de assessoria esportiva tudo correndo com camisetas da mesmo cor? Hum. Então isso leva a crer que não vou mais pegar fila no bandeco da Física? Sei. Nem procurar a vaga mais perto da entrada do CEPE ("tá perigoso!")? Entendi.

Não venha me dizer que sentirá saudade de apresentar ao menos dois seminários todo santo semestre. No primeiro mês de aula tentar explicar Norbert Elias e sua ideia de outsider, justamente quando se é um. Ou que tem saudade de atravessar a ponte para chegar no trem e baldear.

Digo, digo, sim. Digo mais. Digo que o pão de queijo da dona Hermínia era bom demais, que o milho e coco das barraquinhas me fazem sentir de novo na praia e que a Prainha da ECA traz a paz do interior. Que lugar bonito pra uma foto sem filtro!

A ECA pode ter esse nome que quando se ouve pela primeira vez dá vontade de fazer careta. Urgh!, Eak!, Eca!, qualquer onomatopeia de aflição! Mas é só impressão. A sigla é uma simples roupagem - e, se fosse de fato roupa, a Escola de Comunicação e Artes escolheria um pijama.

Uma delícia é ler Hobbes na Praça do Relógio enquanto não começa o basquete. Ter aula no gramado das Artes Plásticas, com trilha sonora da galera da Música e vista pro brechó das Cênicas. Onde mais senão na ECA? Ah, primeiro ano, você é essencial!

Legal era entregar Jornal do Campus na Odonto. Caçar pauta na São Remo. Será que na próxima edição do jornal consigo ser a secretária adjunta? Adjunta, eu quero, que nem é a São Remo junta a uma porta de distância.

À época dos protestos em 2011, tirei fotos dos "maconheiro da USP" e dos "(fora) PM do campus". Boiei legal nas palestras de pós do Instituto de Química. O que a gente não fazia pra escrever uma matéria pr´AUN, não é mesmo? Agência Universitária de Notícias. Ah, AUN, não 1, não me engano, foi no semestre 3.

Certas emoções, só lá mesmo. Passar no intercâmbio depois de descobrir que "corre, amiga, o prazo final é hoje!". Missão dada é missão esquecida. Lá fui eu correr pra tirar uma 3x4 na Corifeu. Não corre, são só mais 365 documentos. Tudo duplicado: uma na mother tongue, outra na langue étrangère.

Tá, tá... Já burlei falta, prorroguei prazos e fui salva por coleguinhas em trabalho em grupo. Reclamei por burocracia demais e equipamento de menos. Por que não tem puff pra quem (eu) pega carona com amiguinhos em dia de rodízio? Antes das 7h é cidade universifantasma.

Desisti da segunda matrícula no Poliglota, achava ruim. Fali de moedas no xerox do seu Fernando. Faltei na aula pra trabalhar e madruguei pra terminar trabalho. Poxa, depois de cinco anos ainda não manjo de InDesign. No último ano fiz matéria com os bixos: entrava muda e saia - sim, o que vocês estão pensando - calada. Voltei como outsider.

Com o tempo a gente entende de onde vêm os nomes. Esfihada dos Jormats na verdade é a cervejada de Jornalismo Matutino. PP-Not-Ice é o drink coletivo de Publicidade e Propaganda Noturno. J.U.L.I.A.N.A. P.A.E.S. - fôlego - é Jogos Universitários Liberados Implicitamente Para Atletas Não Acostumados A Práticas Atléticas Saudáveis, campeonato de ping-pong.

Olha que gafe: só ano passado descobri onde era a Biblioteconomia, o curso. Isso porque precisei de duas semanas - bixo é tudo burro mesmo - pra entender que Jornalismo dividia o prédio com Editoração. E sabia que no prédio de Publicidade, Relações Públicas e Turismo tem jardim de inverno? A ECA é uma escola de 22 escolas. Sete prédios. E eu aqui, no 10º semestre.

Apesar de todo o escarcéu que se faz do vestibular, minha amiga diz que a Fuvest selecionou aleatoriamente os amiguinhos - mas que eles não poderiam ser melhores. Esse negócio de prova não prova nada. Eu ria quando lia numa camiseta USPício.

JúpiterWeb, vem cá, ainda dá tempo de pegar optativas de Gênero na FFLCH? Se os ecanos são da Terra, é pra lá eu vou.

Não acho que vivi a essência ecana tão intensamente quanto muitos corações aurirroxos que conheci. Faltaram inters, só viajei pra um Bife, fui em nenhum Abate (a festa pré-Bife), apenas uma Outubro ou Nada. Pouca Quinta&Breja - será que hoje é da Atlética? Mas as Festecas, ah, essas não esqueço tão facilmente, ainda que tenha tomado Amnésia.

Tô no segundo round do TCC da Depressão mas é melhor eu rir enquanto não o nocauteio. Torço para estar errado quem disse que rir de tudo é desespero. Quem? E pensar que em 2009 minha comunidade preferida no Orkut era "Quando eu passar no vestibular..."...

Às vezes esse feudo parece o Morumbi. Mas que bom que dá pra voltar. Minha última aula na USP não é meu último dia na USP. Tem a Brasiliana pra visitar. Tem a Raia Olímpica pra pedalar. Me vê dois lenços pra viagem, pf! Entrei em greve. Estou em greve porque acabaram aulas da graduação. A Politécnica, pra variar, não aderiu.

A Prainha da ECA

Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues

C.E.P.E. - Centro de Práticas Esportivas da USP

Saída do Bandejão Central

Vivência da ECA

Em frente ao departamento de Artes Plásticas

Entre os departamentos de Artes Plásticas, Música e Artes Cênicas

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.