OPINIÃO
04/12/2014 17:06 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Crescimento pessoal não dói: 10 dicas para facilitá-lo

Se você quiser ter uma vida brilhante, vai ter de crescer e mudar, e isso significa encarar adversidades - às vezes adversidades duras. Mas não deixe que isso te pare ou te tire do caminho. Isso pode afiar sua visão e te motivar.

Olivia Bell Photography via Getty Images

Se você quiser ter uma vida brilhante, vai ter de crescer e mudar, e isso significa encarar adversidades - às vezes adversidades duras. Mas não deixe que isso te pare ou te tire do caminho. Isso pode afiar sua visão e te motivar.

Alguns exemplos de crescimento pessoal: Mudar de emprego - ou carreira. Lutar por uma promoção. Voltar para a escola. Começar um negócio. Escrever suas memórias (se você não escrevê-las, quem é que vai?). Dedicar-se a um hobby desafiador. Fazer trabalho voluntário que te tire da sua zona de conforto. Ser o primeiro de sua família a fazer uma dessas coisas.

10 dicas para suavizar seu caminho

1. Aceite as dificuldades. Meu amigo e ex-chefe Shawn dizia: "Se fosse fácil, qualquer um faria". Às vezes o que nos atrapalha não é a oposição dos outros, mas a nossa própria.

2. Lembre-se: "É só uma fase". Um exemplo: quando me mudei do Michigan para o sul da Califórnia para fazer meu mestrado, não poderia estar mais apaixonada. Como não amar tempo bom o ano inteiro, um campus com vista para o mar e tacos de peixe?

Sem saber, estava na primeira (fase da lua-de-mel) das Fases da Assimilação de Olberg. Eis uma dica que aprendi: a lua-de-mel não dura muito - mas, felizmente, tampouco dura a fase da crise. Melhor não levar nenhuma delas muito a sério.

3. Seja seletivo com quem você compartilha as novidades. Algumas pessoas adoram dividir suas esperanças e seus medos, outras, não. Mais precisamente, alguns encontros vão te alimentar, enquanto outros vão te exaurir - ou vão te irritar. Aceite, mesmo que não goste. E siga em frente. O que nos traz ao próximo ponto:

4. Não leve nada para o pessoal. Quando você muda, as pessoas ao seu redor se reacomodam - mental ou emocionalmente. Isso nem sempre é divertido. Às vezes nem sequer é possível. Afinal de contas, as pessoas têm suas agendas, seus tempos e suas limitações. Dê espaço para essas diferenças e não tente mudá-las ou refutá-las - é mais fácil para todos. Para mais informações sobre esse tópico, confira o post de Bruce Van Horn "Do Not Take Anything Personally" (não leve nada para o pessoal).

5. Seja firme, mas com amor. Por exemplo, quando te perguntarem algo como "E se seu plano não der certo?" você pode explicar, se quiser. Mas, se for demais - ou se suspeitar que quem perguntou não quer esclarecimentos, mas sim consternação - você pode simplesmente sorrir e dizer: "Pode deixar que eu me preocupo com essa parte". Repita conforme necessário. Na verdade, porém, você não está preocupado (ou, com sorte, não está tomado pela preocupação). Está fazendo o que é necessário e abrindo mão do resto.

6. Esteja cercado de força positiva. O que não quer dizer que você tenha de fechar os olhos. Mas, quando você assume um risco nobre e segue adiante, precisa e merece todos os aliados que possa ter: pensamentos positivos, palavras positivas, música positiva, gente positiva; isto é, aqueles que trazem à tona o melhor de você e te desafiam quando necessário.

7. Comemore seu novo caminho, mesmo que você não saiba de todos os detalhes. Como disse meu amigo Rick quando começamos nosso mestrado, "Nunca estive tão sem noção sobre o futuro, ou mais empolgado com o caminho que escolhi". Por que não pendurar essa frase na parede?

8. Converse com pessoas que estão mais avançadas. Por exemplo, se você está começando um negócio, procure pessoas que decidiram correr o mesmo risco e agora são bem-sucedidas. O mundo está cheio de gente corajosa e disposta a compartilhar suas histórias.

9. Aceite a perda de alguns relacionamentos. É fácil falar, e não estou defendendo o divórcio. Mas, com o crescimento e a mudança, alguns relacionamentos vão diminuir o desaparecer, enquanto outros vão se fortalecer. Novos relacionamentos serão formados no seu novo e mais elevado patamar. Nunca conheci ninguém que tenha deixado transcorrer esse processo e tenha se arrependido depois.

10. Acredite que o crescimento e a mudança beneficiam a todos - inclusive quem diz não. Vi isso com meus alunos de mestrado e com minha família. O primeiro da família a ir para a faculdade, começar um negócio ou explorar novos territórios acaba inspirando os outros membros da família, de mais gerações mais velhas ou mais novas.

O crescimento pessoal exige coragem constante. Confiar que os resultados valem a pena, mesmo que você ainda não os enxergue, torna mais fácil aturar e superar as dificuldades do presente, especialmente diante de duras adversidades.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.

Acompanhe mais artigos do Brasil Post na nossa página no Facebook.

Para saber mais rápido ainda, clique aqui.

TAMBÉM NO BRASIL POST:

Galeria de Fotos 5 formas de converter a felicidade em vantagem Veja Fotos