OPINIÃO
02/10/2015 19:11 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:53 -02

Quando viajar pelo mundo se torna um trabalho fascinante!

Oi, Galera! Já está na hora de pensar em viajar, né?

Aí no Brasil, já temos mais um feriado para aproveitar. E, em poucos meses, temos verão!

Normalmente, nesses momentos do ano, não consigo parar de pensar em planejar onde vou passar meu final do ano. Até porque tenho família em cada cantinho do mundo.

Amo viajar e transformar esse hobby em trabalho é uma possibilidade incrível!

Acho até bom esclarecer que a Expedição Oriente não é um passeio de férias... Tem muito trampo. Trampo que começou pesado antes mesmo da gente partir do Brasil.

Mas todo esforço valeu a pena e faria tudo de novo.

2015-10-01-1443733678-9777410-FAMLIASCHURMANNMoorea_PedroNakano4.jpg

Divulgação Família Schurmann/Foto: Pedro Nakano

Quero falar que não importa se você vai dar um rolé na cidade vizinha ou um fazer um mochilão pela Europa (nunca fiz um mochilão, mas tenho certeza de que seria legal).

Este mundo é fascinante, e cada lugar tem seu charme. Mas a gente precisa treinar nosso olhar. Desenvolver aquele olhar mais atento, observador, sabe?

E neste primeiro ano de Expedição Oriente, vi cada lugar sensacional e diferente um do outro!

Por isso, decidi montar aqui uma galeria de fotos INCRÍVEIS (todas feitas pelo fotógrafo da tripulação, nosso brother, o talentoso Pedro Nakano).

Aqui, você conhece cinco destinos desconhecidos até então por todos nós da Família Schurmann.

E como revisitar lugares (no caso dos meus avós) também pode ser uma experiência nova e fascinante, achei legal incluir mais cinco paisagens sensacionais (no meu caso, até então, ainda inéditas também).

Espero que essas cenas sirvam de inspiração para vocês.

Destinos incríveis da Família Schurmann


Se não rolar um bate-e-volta na Antártica, ok.

Temos muitos lugares para visitar no Brasil, que imagino que sejam desconhecidos para muitos de nós!

Sei que o País passa por um momento delicado e a economia pode estar mais agitada que o mar em dias de tempestades.

Mas vai embora nesse espírito de viajante!

Já vi tantos amigos que já fizeram isso e não se arrependeram.

Se for seu sonho, vai lá e viaja!

Mas não pense que basta sonhar e esperar que o sonho vai rolar por si só.

2015-10-01-1443733882-5024147-FAMLIASCHURMANNHalfmoonBayEmmanueleHeloisa.jpg

Divulgação Família Schurmann/Foto: Pedro Nakano

Hoje, como tripulante da Expedição Oriente, entendo melhor que nunca.

Meus avós Vilfredo e Heloísa vêm ensinando aos filhos e a nós, netos.

E por isso entendo melhor porque, hoje, faço parte de um projeto da Família Schurmann.

Então, para ser bem direto vou contar um pouco do que está por trás das histórias dessa minha família maluca, que sai pelo mundo a bordo de um veleiro (que, neste momento, está balançando igual uma máquina de lavar).

Em 1974, meus avós estiveram no Caribe, velejaram pela primeira vez na vida e fizeram uma promessa: voltariam lá com meu pai e meus tios, no veleiro deles. Ai, você pensa: "os caras tiveram essa ideia, tinham grana, compraram um barquinho e foram passear novamente no Caribe". ERRADÍSSIMO. Eles estipularam uma META e seguiram um planejamento de dez anos de preparação para a realização daquele sonho. (Olha só! Dez anos é muito tempo!!!)

Desde então, eles vêm reforçando que, para embarcar numa expedição dessas, são diversos os desafios a serem enfrentados.

E o primeiro é justamente a persistência necessária para continuar em frente até o momento de fazer acontecer, mesmo que apareçam muitos NÃOS no caminho.

E olha! Já vi que rolam muitos.

Até minha própria saúde queria ir contra meu embarque na expedição (mas, óbvio, não deixei!).

Enfim, a recompensa por seguir e trabalhar no sonho, para mim, está muito bem representada nas imagens que compartilho aqui.

Ah! Aproveita para assistir mais um pouco dos bastidores da última semana. É muito legal ter vocês assistindo, participando dessas aventuras com a gente.

Abração! Emmanuel

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: