COMPORTAMENTO
11/02/2019 07:38 -02

13 posições de yoga que você pode testar sem sair da cama

Nada melhor do que começar o dia alongado e relaxado.

Boas notícias para os entusiastas do yoga mas que não abrem mão de mais alguns minutinhos na cama. Sabia que você pode testar a sua prática no quentinho dos seus lençóis? 

E há boas razões para fazê-lo. A prática do yoga promove uma sensação de bem-estar tanto para o corpo quanto para a mente. Você ainda vai exercitar a sua força e a sua flexibilidade, além de aliviar o estresse e começar o dia de maneira mais relaxada.

Listamos 13 posições de yoga para você testar sem sair do conforto de sua cama. Veja:

Anna Paraskevidou / EyeEm via Getty Images

Comece o dia com a tradicional posição de lótus. Ela é perfeita para iniciar a prática. Feche os olhos, concentre-se e traga bons pensamentos para a sua mente. Pode ser um agradecimento por mais um dia de vida. Pode ser a projeção de tudo o que você irá realizar nas horas seguintes. Não importa. O que é mais importante é você se conectar com o momento presente e começar a sentir o seu corpo.

macarosha via Getty Images

Em seguida, junte os seus pés, estique as duas pernas e tente alcançar a ponta dos seus dedos. Essa é a posição da pinça. Nessa posição, é provável que você sinta algum desconforto, mas não desista. Reconheça os seus limites e deixe o peso do seu corpo ir relaxando toda a sua coluna.

Getty Creative

Depois, estique uma perna de cada vez na lateral do seu corpo. Novamente, tente abraçar o seu pé, mas se não alcançar pode segurar no seu tornozelo. Tente encostar a sua cabeça no joelho. Aqui, o importante é você sentir o alongamento da parte posterior de suas coxas. Preste atenção em sua respiração. Inspire e expire contando 8 ou 12 tempos.

fizkes via Getty Images

Experimente essa variação da posição do pombo. Dobre um joelho e procure colocar o quadril o mais próximo do seu colchão, como se você fosse sentar. Estique a perna de trás e levante o seu peito. Sinta alongar todo o seu quadril e também a parte da frente do seu corpo. Preste atenção na flexibilidade de sua virilha.

Artem Ermilov via Getty Images

Para continuar a posição do pombo, dobre a perna de trás e tente alcançar o peito do seu pé. O objetivo é aproximar a ponta dos dedos do seu pé do topo de sua cabeça. Reconheça os seus limites e sustente a posição de uma forma que seja confortável.

fizkes via Getty Images

Essa é uma das posturas mais populares do yoga e é conhecida como o “espreguiçamento do gato”. Se posicione em quatro apoios e assegure que você está firme no seu colchão. Preste atenção no ritmo da sua respiração e busque arredondar suavemente a sua coluna. Nesse momento, o seu olhar deve estar em direção ao seu umbigo e leve o seu queixo até o peito, entre a clavícula. Depois, faça o movimento contrário. Recolha o abdome, eleve o seu cóccix para cima e coloque o seu olhar para frente. Repita o ciclo 2 ou 3 vezes.

macarosha via Getty Images

Sente na sua cama e junte as solas do seus pés, na famosa “borboleta”. Descanse um pouco e aproveite para respirar. Preste atenção na flexibilidade de sua virilha.

Dulin via Getty Images

Na mesma posição, estique as duas pernas na lateral e trabalhe a sua flexibilidade. Tente alcançar a ponta do seu dedão. Fique firme e mantenha a respiração por 10 tempos.

fizkes via Getty Images

Nessa fase, você já deve ser capaz de perceber melhor o seu corpo. Deite de barriga pra cima, dobre parcialmente as pernas e abra os braços. Depois, deixe o seu joelho cair para um lado e mantenha a sua cabeça na direção oposta. Sinta a sua coluna alongar. Faça o mesmo para o lado contrário.

tommaso79 via Getty Images

Caminhe com o seu corpo até a parede mais próxima. Levante as suas pernas e tente deixá-las esticadas. Sinta o fluxo do sangue irrigando os membros inferiores. 

fizkes via Getty Images

Ainda deitado no colchão, dobre suas pernas e apoie os seus pés. Mantenha o abdômen firme e eleve o seu quadril. Faça o movimento por algumas repetições e depois tente mantê-lo elevado e parado por alguns segundos.

fizkes via Getty Images

Logo após trabalhar o quadril, mantenha um joelho dobrado e apoie na perna posicionada em 90º. Atravesse as sua mão atrás de sua coxa e aproxime o joelho do seu peito. Sinta os músculos posteriores trabalhando. Repita o mesmo movimento com a perna contrária.

dualstock via Getty Images

Por fim, retorne a posição de lótus. Junte as duas palmas da mão e eleve os seus braços. Agradeça pelo dia que está iniciando.

Namastê!