COMPORTAMENTO
16/04/2019 17:15 -03

Whindersson Nunes anuncia pausa após desabafo sobre tristeza

"Para estar bem pra vocês, preciso estar bem comigo mesmo."

O humorista WhinderssonNunes anunciou que vai dar uma pausa na carreira. Em um post compartilhado no Instagram nesta terça-feira (16), o youtuber explicou que vai precisar passar por uma cirurgia de urgência no ânus e que vai aproveitar a oportunidade para se recuperar não só fisicamente, mas mentalmente.

“Eu não estou muito bem, trabalhei muito nos últimos anos, estou cansado, vou tirar um tempinho pra mim e logo logo tô de volta cheio de história pra contar”, escreveu, fazendo graça.

O retorno de Nunes aos palcos ainda não tem data determinada.

O afastamento se deve ao fato de que o dono do maior canal do Youtube no Brasil, e um dos maiores do mundo, vem dividindo o seu cotidiano não só com a sua gigantesca audiência, mas também com sintomas de uma doença bastante silenciosa: a depressão.

Para quem está acostumado a ver o youtuber sempre sorrindo, pode parecer inimaginável que ele enfrente momentos de tristeza.

Até aí, ninguém está imune a se sentir triste, mesmo sendo rico, famoso e adorado por milhões de brasileiros. A tristeza não é necessariamente ruim, ela é uma condição inerente do ser humano.

Porém, em tempos em que os ideais de felicidade e sucesso são quase que obrigatórios, nos acostumamos a viver sob a ilusão das máscaras das redes sociais em que a regra é de aparentar estar bem o tempo todo. 

 

Acontece que a depressão vai além de se sentir triste.

Quando vivenciamos um estado depressivo, o sujeito fica em uma situação na qual nada parece fazer sentido, e a possibilidade de elaboração dos seus sentimentos fica bastante comprometida.

Por isso que dimensionar a tristeza é uma questão bastante complexa. Não adianta ficar se comparando ou usando a régua do outro.

Cada pessoa tem sua experiência particular, o seu limite e a sua maneira de significá-la no contexto das suas vidas.

E, embora a tristeza seja um afeto inerente a todo ser humano, existem momentos em que ela pode se tornar insuportável.

Na última sexta-feira (12), em uma série de 16 tuítes, o youtuber afirmou que sente uma angústia todos os dias.

“Algumas risadas, algumas brincadeiras e depois lá estou eu de novo com esse sentimento ruim. (…) E eu fico com tanto medo tanto medo de decepcionar que fico preso em mim mesmo”, escreveu.

Diferentemente da tristeza, a angústia é um sentimento que não tem objeto, não tem uma causa, não conseguimos necessariamente nomear. 

O processo de elaboração dos nossos sentimentos passa exatamente por isso: ao nomear a angústia como tristeza, frustração, luto, cansaço ou o que seja, conseguimos encontrar as nossas próprias associações.

Esconder ou afastar as nossas emoções não vai evitar que a gente seja confrontado por essas sensações. Não é necessário se sentir culpado por estar triste. Pelo contrário, falar sobre isso é o primeiro passo para que a gente possa reconhecer o nosso sofrimento.

Não, ninguém está bem o tempo inteiro. Nem mesmo o Whindersson Nunes. 

E lidar com essa incompletude não deveria ser entendido como um sinal de fraqueza, mas como um lembrete diário da nossa mais pura humanidade.