MULHERES

Vítima, substantivo feminino

Por Andréa Martinelli, Marcella Fernandes e Ana Ignacio

Ilustrações por Helô D’Angelo

A Lei do Feminicídio completa 5 anos nesta segunda-feira, 9 de março. E, apesar de ser considerada um avanço ao prever penas mais duras para homicídios de mulheres em razão do gênero, ela ainda enfrenta diversos obstáculos na sua aplicação. Após ouvir relatos de sobreviventes e de familiares de vítimas de feminicídio, além de análises de especialistas, o HuffPost Brasil mostra quais são esses desafios na série “Vítima, substantivo feminino”.

Treze mulheres são assassinadas por dia no Brasil, mais de 80% delas vitimada por um companheiro, ex-companheiro ou familiar. As histórias são dolorosas. Os impactos sobre filhos e familiares são imensos. O problema é urgente. E precisamos falar sobre isso.