Vindima: Por que o verão é a melhor estação do ano para visitar vinícolas pelo Brasil

Entre janeiro e março, acontece a colheita da uva e o início da produção do vinho.
Vinícola Miolo oferece um dos roteiros mais tradicionais do Vale dos Vinhedos. 
Vinícola Miolo oferece um dos roteiros mais tradicionais do Vale dos Vinhedos. 

No Brasil, o vinho costuma ser mais consumido no inverno. Contudo, se você é apaixonado pela bebida, o melhor momento para visitar as vinícolas e aprender mais sobre o processo de produção é exatamente no verão.

Entre janeiro e março, acontece a vindima, que é a colheita da uva e o início da produção do vinho. Durante todo o ano, as vinícolas fazem tours que mostram as diferentes fases da produção dos vinhos, mas é no verão que você pode viver uma experiência mais rica e sensorial.

Na vindima, as vinícolas fazem festas e roteiros especiais, nos quais é possível participar da colheita, visitar o vinhedo, recolher, cheirar e até experimentar as uvas e, é claro, aproveitar as paisagens dignas de Instagram.

No Vale dos Vinhedos, as montanhas são cobertas por videiras com os mais diversos tipos de uvas. Neste período, a região, que engloba os municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul, comemora a Festa da Vindima.

A serra gaúcha detém cerca de 90% da produção de vinho de todo o Brasil. Por lá, as vinícolas inauguram o período da vindima e organizam passeios diferenciados para todos os públicos.

Vinícola Garibaldi oferece degustação às cegas.
Vinícola Garibaldi oferece degustação às cegas.

Um dos passeios mais tradicionais do Vale dos Vinhedos é o da Vinícola Miolo, que inclui diversas experiências sensoriais. Até março, a vinícola oferece tours de 3 horas de duração que incluem pisa das uvas, visita ao vinhedo e ao parreiral modelo, degustação de sucos de uva, vinhos e espumantes, apresentação musical, passeio de Maria Fumaça, entre outros.

Em Gramado, a Vinícola Ravanello oferece uma visita que inclui degustação de 3 vinhos, explicação do processo de elaboração dos vinhos e espumantes e visita às videiras, realizada apenas até fevereiro, onde é possível visualizar os cachos.

Já a Cooperativa Vinícola Garibaldi oferece visitas que passam pelas parreiras no Complexo Enoturístico. Os roteiros incluem experiências como degustação às cegas e harmonização de vinhos e espumantes com chocolates artesanais com recheios como maracujá, laranja e cereja.

Em São Roque, no interior de São Paulo, a Vinícola Goés preparou celebrações para a Vindima. Os visitantes poderão reviver antigas tradições fazendo a colheita e pisando as uvas. A Vindima Goés 2020 acontece nos finais de semana até 9 de fevereiro.

Roteiro pela Vinícola Goés inclui colher uvas na época da vindima. 
Roteiro pela Vinícola Goés inclui colher uvas na época da vindima. 

A Vinícola Guaspari, localizada na fronteira entre Minas Gerais e São Paulo, oferece um passeio de aproximadamente 2 horas entre seus vinhedos carregados de uvas.

Em grupos pequenos, o trajeto feito de caminhão apresenta os vinhedos da Vista da Vinícola, que proporciona uma visão geral de onde são plantadas as uvas das variedades Sauvignon Blanc, Chardonnay e Syrah. O tour ainda conta com degustação de 4 vinhos, acompanhada de pães e queijos artesanais.