LGBT
27/05/2019 15:40 -03

Pela 1ª vez, pai ensina filho trans a se barbear em comercial da Gilette

Novo vídeo da campanha #MyBestSelf (Meu melhor eu), o jovem Samson Bonkeabantu Brown afirma estar feliz por, finalmente, poder fazer a barba.

HuffPost Brasil
Campanha da Gilette conta a história do canadense Samson Bonkeabantu Brown. Ao lado de seu pai, ele faz a barba pela primeira vez.

Pela 1ª vez, a Gilette, marca mundial de barbeadores, colocou um protagonista transexual em seus comerciais. No novo vídeo da campanha #MyBestSelf (Meu melhor eu), o jovem canadense Samson Bonkeabantu Brown, faz a barba pela primeira vez com a ajuda de seu pai. “Ainda estou tentando descobrir que tipo de homem eu quero ser”, diz Brown no vídeo.

Batizada de “First Shave, the story of Samson” (O primeiro barbear, a história de Samson, em tradução livre), o vídeo usa a história de Brown para destacar que “sempre, onde quer que aconteça, o seu 1º barbear é especial”.

“Sabia que eu era diferente, mas não sabia que existia um termo para me definir”, continua Brown ao contar sua história no vídeo. “Eu passei pela minha transição apenas querendo ser feliz. E estou feliz por chegar ao ponto em que eu posso me barbear”, completa, ao lado de seu pai ― que o ensina truques e movimentos para não se machucar na frente ao espelho.

Assista ao vídeo:  

Assim que o vídeo foi divulgado pela marca, Brown contou, em suas redes sociais, como foi participar do projeto ― além de destacar que seu pai é uma das pessoas que mais o apoiou no processo de transição de gênero.

“Eu gravei esta anuncio e quis incluir meu pai, que tem sido um dos meus maiores apoiadores durante toda a minha transição, me incentivando a ser confiante e a viver autenticamente com o melhor de mim”, escreveu

Ele afirmou ter “plena consciência do quão abençoado” por ter o apoio de sua família, já que muitos de seus “irmãos e irmãs trans, ou que existem fora do espectro binário nem sempre são tão sortudos” assim.

“Estou confiante de que este anúncio irá encorajar muitos dos meus irmãos trans e enchê-los com o conhecimento de que a nossa existência neste mundo pode ser preenchida com o amor e apoio que merecemos”, disse.

A marca vem mostrando, aos poucos, que está disposta a mudar a forma como conversa com o público masculino em seus anúncios. No início deste ano, ao destacar a masculinidade tóxica, conseguiu pautar uma discussão mundial