LGBT
30/07/2020 17:44 -03 | Atualizado 30/07/2020 20:22 -03

Thammy Miranda: 'Se eu não te represento, existem outros que representam'

Nas redes sociais, artista falou sobre os ataques que recebeu ao fazer parte de campanha sobre o Dia dos Pais para a Natura.

Thammy Miranda, 37, falou sobre os ataques que vem recebendo nas redes sociais após anunciar que fará parte de uma campanha do Dia dos Pais da Natura. Em vídeo publicado nesta quarta-feira (29), ele que dá detalhes de como será sua participação e falou, sobretudo, sobre representatividade.

“Se eu não te represento, existem outros que representam. É isso que a gente está falando: é sobre a liberdade de representar”, disse, ao afirmar que outros pais, como Babu Santana e Henrique Fogaça, estarão ao lado dele na ação.

Thammy, que é homem trans, é pai de Bento, de apenas cinco meses. No último dia 23, ele publicou em parceria com a marca em que aparece brincando com seu filho, e escreve que, para ele, “estar presente é o melhor presente.”

 

Desde então, tem sido alvo de comentários transfóbicos nas redes sociais. No Twitter, a hashtag #NaturaRespeiteosPais chegou a ficar entre as mais comentadas nesta semana. Alguns homens disseram se sentir “ofendidos” com a presença de Thammy na campanha, justamente por ele ser um homem trans.

O pastor Silas Malafaia, por exemplo, sugeriu um boicote à marca nas redes sociais. Já o deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, entrou na discussão, localizando Thammy como “mulher” e dizendo que a marca teve uma “conduta totalmente atípica para padrões brasileiros”.

 

 

Ao mesmo tempo, houve muito apoio. Mesmo sendo alvo de preconceito, Thammy diz que não se abalou - e que não leu os comentários. “Eu tenho consciência da dor que eu sentiria caso eu estivesse buscando tudo isso que vocês aí estão falando, porém, eu não me permiti sentir isso e não vou sentir.”

O artista, que é casado com a modelo Andressa Ferreira, reiterou que está participando da campanha para representar um nicho de homens - que não é representado - e disse que hoje, tenta ser o pai que todos deveriam ter.

“Eu não sou melhor, nem pior do que você. Eu sou o pai que todos deveriam ser, que é atencioso, carinhoso, preocupado, que ensina e coloca de castigo quando precisa, que dá a vida pelo seu filho. Não é só a questão financeira. Dar carinho, estar presente, levar para passear, buscar na casa da sua ex-mulher, por exemplo, faz toda a diferença.”

Devido à repercussão, Thammy também foi alvo de fake news. Em seu perfil do Twitter, afirmou que “jamais vou compactuar com o ódio” e que, mesmo sendo atacado, “não fará o mesmo, jamais”.

Ontem, quarta-feira (29), a cantora Gretchen, mãe de Thammy, também saiu em defesa do filho, dizendo que a Natura o escolheu por “ser um pai de verdade, um pai presente, um pai que sustenta, um pai que ama, um pai que cuida do seu filho, que cuida de sua mulher”. 

A Natura tem respondido às críticas nas redes sociais afirmando ter orgulho de ser a marca que está do lado de todas as formas de ser e amar.

“Temos um time diverso de influenciadores, representados por homens cis e trans. Convidamos o Thammy Miranda para estar com a gente neste Dia dos Pais para mostrar que a presença é o maior presente.”

Segundo o Estadão, após as críticas, as ações ordinárias da empresa operaram em alta durante a última quarta e terminaram o pregão com avanço de 6,73%, o maior do Ibovespa, enquanto o principal índice do mercado subiu 1,44%.