Existe um truque fácil (e maravilhoso) para descobrir se um mel é verdadeiro

Um dos alimentos mais consumidos do mundo, o mel também é um dos mais adulterados. Será que o que você tem em casa é verdadeiro?

O mel é um dos alimentos mais incríveis da natureza. Além de ter diversas propriedades benéficas para a saúde, ele ainda pode ser degustado puro ou em receitas.

Mas, ao mesmo tempo que ele é um dos alimentos mais consumidos do mundo, também é um dos mais adulterados. Nas prateleiras de mercados, é possível encontrar algumas “versões” em que são acrescentados ingredientes como xarope de milho, xarope de arroz, corantes, açúcar, entre outros aditivos.

Existe, contudo, um teste simples para saber se o seu mel é puro (ou não). Basta colocar uma colher de chá de mel em um prato, adicionar um pouco de água para cobrir ele e fazer movimentos circulares, observando a textura que o produto vai formar.

Se o mel for verdadeiro, ele ficará com uma aparência de um favo de mel. Olha só:

Se o “mel” se dissolver na água, sem apresentar um favo, ele é falso. A natureza não é linda?

A nutricionista Mariana Poletto também listou algumas informações importantes sobre este precioso alimento, veja:

1. Prefira mel cru. Se o mel for pasteurizado, todas as propriedades do mel serão perdidas e ele se torna ”água com açúcar”.

2. Mel cru cristaliza e solidifica com o passar do tempo. Se o mel for pasteurizado, ele se mantém sempre líquido.

3. Mel não tem validade. O mel é um dos poucos alimentos do mundo que podem ser consumidos “para sempre” ― desde que seja verdadeiro, é claro.

4. Opte por mel orgânico. Se você ama mel, mas sofre pelas abelhas, compre mel orgânico e de produção local, além de plantar mais flores. Que tal colocar flores em seu jardim ou em sua varanda?