24/10/2019 14:45 -03 | Atualizado 28/10/2019 17:32 -03

Hora e vez de ganhar dinheiro com a tecnologia

Conheça os detalhes das profissões de tecnologia que seguem em alta no mercado.

Unsplash
Conheça os detalhes das profissões que seguem em alta no mercado

Se você gosta de tecnologia e não consegue viver sem ela em seu dia a dia, que tal ganhar dinheiro com isso e construir uma carreira no setor? Afinal, o mercado de trabalho já sente os efeitos de nossa rotina cada vez mais dependente de aplicativos digitais. Com isso, segue na busca de profissionais capazes de lidar com os últimos desafios da área, que não para de se expandir. Uma oportunidade de ouro para desenvolver habilidades e se destacar. Duvida? Então conheça os fatos que vão mudar a sua opinião.

As últimas estimativas da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) apontam que, até 2024, o setor tecnológico resultará na geração de 420 mil novos postos de trabalho no Brasil. É um número bem expressivo e animador, não é mesmo? Então, pode realmente ficar empolgado. Afinal, atualmente, os cursos voltados à tecnologia só formam cerca de 45 mil pessoas por ano em solo brasileiro. Isso significa que faltam profissionais especializados e muitas empresas têm dificuldade para ampliar seus quadros.

Para quem gosta do tema e aqueles que pensam em dar uma guinada na carreira, mas não sabem por onde começar, há diversos ramos de atuação no setor tecnológico que podem servir de porta de entrada a um mundo novo, 100% digital, em constante atualização e cheio de oportunidades de trabalho e para o empreendedorismo.

O que fazer?

Os nomes das profissões podem assustar ou, até mesmo, confundir no início. Afinal, o que cada profissional faz realmente? Mas não se preocupe. Basta conhecer um pouco sobre cada uma delas para entender as diferenças e particularidades.

Um profissional da área de Sistemas da Informação, por exemplo, pode dar suporte à manutenção de bancos de dados, gerenciar projetos de informatização de empresas que lutam para se adequar ao mercado digital, desenvolver softwares de logística, especializar-se em gestão financeira e organizar fluxos de produção.

Já para quem gosta de números e desafios matemáticos, a Ciência da Computação surge como ótima opção. Nela, trabalha-se com lógica de programação, criação de jogos e sistemas autônomos, bancos de dados e computação gráfica. Aliás, a profissão exige constante atualização e, em contrapartida, oferece infinitas oportunidades.

Em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, profissionais atendem a demandas rotineiras de PCs e, em especial, mobiles. Afinal, somos cada vez mais dependentes dos smartphones no dia a dia. Pesquisa da Fundação Getulio Vargas de São Paulo (FGV-SP) divulgada em abril relevou que o País tem 230 milhões de smartphones ativos, o que representa mais de um aparelho por habitante.

Já em Tecnologia em Redes de Computadores, Tecnologia em Sistemas para Internet e Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação, o profissional pode lidar com as mais diversas demandas da cadeia tecnológica. Gosta de desafios? Então, basta mergulha de cabeça nesse ramo do conhecimento.

Expansão

Há chances de sobra no mercado, seja em bancos, indústrias, organizações públicas e área da saúde. Aliás, as oportunidades estão disponíveis também em escolas e centros universitários, para quem sonha em compartilhar conhecimento e atuar na carreira acadêmica. Trabalhar com tecnologia deixou há muito tempo de ser um “bicho de sete cabeças”. Quem supera esta barreira pode trilhar um caminho de sucesso.

Que digam as startups, símbolos dessa nova era. Há muito tempo elas deixaram de ser nicho de jovens empreendedores e passaram a ser exploradas por grandes grupos do mercado, como bancos, líderes do varejo, indústria, saúde e muito mais. Portanto, é um filão capaz de registrar altos lucros e potencializar talentos.

De acordo com a Associação Brasileira de Startups (ABStartups), o País contava com 2.519 empresas desse tipo em 2012. Em setembro de 2019, porém, os números mais atualizados apontam 12.549 startups registradas - uma explosão de 398%. E as projeções mais conservadoras indicam que, até o final do ano, será atingida a marca de 15 mil startups no mercado. E uma boa parcela ávida por mão de obra qualificada e especializada. Que tal?

Serviço

Os cursos de Sistemas da Informação, Ciência da Computação, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Redes de Computadores, Tecnologia em Sistemas para Internet e Tecnologia em Gestão da Tecnologia da Informação são ministrados no campus Santo Amaro do Centro Universitário Senac. Todos oferecem aos alunos a chance de lidar com o que há de mais moderno no mercado.

A disciplina de Tecnologia Gestão em TI, por exemplo, foi desenvolvida em parceria com a gigante multinacional IBM, visando a formação de talentos que possam gerenciar departamentos e liderar equipes em diversas situações. Sem dúvida, vida universitária é no Senac.