NOTÍCIAS
23/05/2019 19:56 -03

Doença no coração não diagnosticada causou morte de modelo na SPFW, diz laudo

Exame apontou que o modelo Tales Cotta tinha cardiopatia não diagnosticada em vida. Laudo não identificou drogas e álcool.

Alexandre Schneider via Getty Images
Bombeiros e paramédicos socorrem o modelo Tales Cotta durante desfile da grife Också, no sexto dia da São Paulo Fashion Week 2019.

O modelo Tales Cotta, de 25 anos, morreu após desmaiar durante desfile da grife Också na SPFW, em decorrência de uma doença no coração não diagnosticada que causou um edema pulmonar, aponta laudo necroscópico.

O documento ainda descarta vestígios de drogas ou álcool do organismo do modelo. As informações do exame foram obtidas com exclusividade pelo G1

“Descartada a hipótese de intoxicação exógena aguda (vide resultado do exame toxicológico acima) e que a causa da morte não pode ser estabelecida, esta, provavelmente ocorreu devido a um edema agudo pulmonar secundário a uma cardiopatia prévia não diagnosticada”, informa trecho do laudo.

 

Getty Images
Tales Cotta, no desfile da grife Också.

No dia 27 de abril, Cotta morreu após desmaiar durante desfile da grife Också na 47ª edição da São Paulo Fashion Week (SPFW). À época, a causa da morte do jovem era desconhecida. Boletim de ocorrência, informava apenas que ele teve “morte súbita sem causa determinante aparente”. 

Nas redes sociais, circulavam vídeos do momento em que ele cai na passarela e é socorrido por bombeiros. Em seguida, ele foi levado de ambulância ao Hospital Municipal Sorocabano, no bairro da Lapa, em São Paulo, onde chegou morto. O desfile foi paralisado, mas recomeçou momentos depois. 

Caso está sendo investigado pelo 14º Distrito Policial (DP), em Pinheiros, também na Zona Oeste da cidade e deve ser arquivado por não ter indícios de crime e, sim, de fatalidade.