COMIDA
04/06/2019 07:32 -03

Deixe o celular em casa quando for ao supermercado – e economize

Sua conta bancária vai agradecer.

Entediado na fila do caixa, procurando inspiração para o jantar, respondendo mensagens de WhatsApp ― são muitos os motivos para se usar o celular no supermercado. Mas uma nova pesquisa diz que isso pode custar caro.

Pesquisadores da Universidade de Bath, no Reino Unido, afirmam que, quando os consumidores usam o celular dentro do supermercado, eles demoram mais para fazer as compras, passam por mais corredores e têm maior propensão a colocar produtos adicionais no carrinho.

Cada segundo de distração com o celular corresponde de 20 a 40 centavos de libra (de R$ 1 a R$ 2) a mais na conta. Ai.

PeopleImages via Getty Images

Os pesquisadores revisaram dois estudos realizados na Suécia e analisaram os resultados: no primeiro, as pessoas colocaram 45% produtos a mais no carrinho. No segundo, o aumento foi de 58%.

Pode parecer uma diferença enorme, mas os pesquisadores afirmam que a explicação está na distração causada pelo celular. 

Smartphones não só fazem os consumidores andarem sem rumo entre as prateleiras (parando diante de produtos que normalmente seriam ignorados), mas também tiram o foco da lista de compras. 

A exposição a uma gama maior de produtos ajuda a lembrar de coisas que podem estar faltando em casa, mas também pode inspirar compras por impulso.

Carl-Philip Ahlbom, da Escola de Administração da Universidade de Bath, afirma: “Os varejistas ficam preocupados porque acham que os celulares distraem os consumidores das compras, então foi uma grande surpresa descobrir que o efeito é inverso”.

“Os resultados foram muito claros: quanto mais tempo você passa no telefone, mais dinheiro vai gastar. Então, se estiver tentando controlar as despesas, deixe o telefone no bolso!”

Até mesmo uma loja pequena pode ter cerca de 10 000 linhas de produtos ― uma quantidade enorme para que o cérebro processe de forma consciente. Então, quando estamos fazendo compras, a tendência é que o cérebro entre numa espécie de piloto automático.

Os pesquisadores afirmam que, quando usamos o celular, interrompemos esse piloto automático e nos comportamos de maneira muito diferente. 

Os estudos suecos se basearam em 294 sessões de compras analisadas pela consultoria Retail Academics, além de um experimento posterior com 120 consumidores realizado pela Universidade de Bath. 

Apesar de o estudo ter sido baseado em supermercados, os pesquisadores acreditam que os resultados não sejam muito diferentes em outros tipos de loja.

A exceção é a espera para pagar: os consumidores distraídos com o celular não caíram nas tentações que tipicamente são expostas na área das filas do caixa.

 

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost UK e traduzido do inglês.