ENTRETENIMENTO
24/02/2019 21:31 -03

'Deveria ter acontecido antes', diz Spike Lee sobre indicação ao Oscar

Mesmo feliz por "Infiltrado na Klan" concorrer como Melhor Filme, diretor não escondeu sua mágoa com a Academia.

Charles Sykes/Invision/AP
Diretor deixou claro a relação de amor e ódio que tem com o Oscar, mas afirmou já estar muito feliz por seu filme estar "do lado certo da história".

No tapete vermelho para a cerimônia da 91ª edição do Oscar, o cineasta Spike Lee deixou claro que ainda não engoliu totalmente o fato de ter sido - mesmo com 40 anos de carreira - indicado a uma estatueta de Melhor Direção apenas em 2019.

Perguntado pelo apresentador Ryan Seacrest (que trabalha como repórter na cobertura do tapete vermelho) sobre o que estava sentindo sendo indicado pela 1 vez para o prêmio de Melhor Direção, o diretor respondeu: “Posso ser sincero? Deveria ter acontecido antes, mas…“

Seacrest tentou completar: “Já é algo superado?” Mas Lee não concordou totalmente: “Não chegaria tão longe. Só um pouquinho.“

Usando um colar que ganhou de seu amigo Prince e um par de tênis especiais dourados da linha de Michael Jordan, o cineasta disse que ficaria feliz em ganhar um Oscar, mas que já estava feliz por seu filme (Infiltrado na Klan) estar “do lado certo da história.”

O comentário foi uma crítica direta ao atual presidente dos EUA, Donald Trump, a quem o diretor retrata em seu filme como um apoiador de supremacistas brancos.

Outro fato importante levantado por Lee foi que Faça a Coisa Certa, filme pelo qual ele concorreu por seu 1.º Oscar - de Roteiro Original) - completa 30 anos em 2019.