ENTRETENIMENTO
18/10/2019 11:51 -03

O que aconteceu com Skinny Pete em 'El Camino'?

Policial de verdade que participou das filmagens conta mais sobre o destino do amigo de Jesse Pinkman no epílogo de "Breaking Bad".

ATENÇÃO: Se você ainda não viu El Camino e não quer estragar nenhuma surpresa da trama, não leia este texto agora. Volte apenas depois de assistir.

Ao finalmente mostrar o que aconteceu com Jesse Pinkman (Aaron Paul), El Camino amarrou grandes pontas soltas de Breaking Bad. Mas o filme que funciona como um epílogo para a cultuada série de TV também nos deixou com mais perguntas, como, por exemplo: O que diabos aconteceu com Skinny Pete?

Em El Camino, Skinny Pete (Charles Baker) ajuda Jesse, dando-lhe uma carro novo e ficando com seu Chevrolet El Camino roubado pouco antes da polícia chegar. Jesse consegue fugir enquanto uma fila de carros da polícia se dirige para a casa de Pete, mas nunca conseguimos ver o que acontece.

Para entender melhor, contamos com a ajuda de um investigador criminal da vida real, o policial de Albuquerque Simon Drobik.

No primeiro dia em que Breaking Bad começou a ser filmado em Albuquerque (no estado americano do Novo México), Drobik e seu departamento de polícia estavam lá para fechar as ruas para a produção, disse ele ao HuffPost.

Depois de todos esses anos, ele foi recrutado pelo criador da série, Vince Gilligan, para atuar como consultor da polícia em El Camino. Drobik também apareceu no spin-off Better Call Saul e no novo filme, como um dos policiais na loja de aspiradores de pó do Ed (Robert Forster).

Netflix
O policial Simon Drobik em cena de "El Camino".

Drobik se encarregou de coreografar as cenas policiais de El Camino para garantir sua autenticidade e, ao fazer isso, ele nos disse que havia uma cena excluída explicando o que realmente aconteceu com Skinny Pete.

“Fizemos uma cena com a SWAT [força tática especial da polícia americana] muito boa quando chegamos à casa de Skinny Pete. Tenho certeza de que estará nos extras em algum momento, mas isso não foi suficiente para ela entrar no corte final”, disse Drobik. “Coreografamos uma equipe da SWAT entrando e prendendo Skinny Pete. Basicamente, quando ele está lá com o El Camino esperando os policiais aparecerem, o próximo momento seria aparecer e bater em sua casa com a equipe da SWAT.”

Você pode ver parte das consequências da cena em um dos trailers enquanto Skinny Pete é interrogado pela polícia.

“Ele definitivamente teria sido entrevistado”, acrescentou Drobik. “Um dos trailers mostrou ele sendo interrogado, ou seja, ele foi preso. Mas Skinny Pete, sendo o cara fiel que é, não conta nada para a polícia.”

Mas então, o que aconteceu com Pete? Drobik disse que ele enfrentou muito mais que apenas um interrogatório.

“Ele tinha um carro roubado em sua propriedade. A casa caiu para ele. Ele responderia pelo crime de receptação e transferência de um veículo roubado. Tenho certeza de que o Skinny Pete pegaria uma cana por um tempo por conta disso”, disse o policial.

Mas, além de nos falar sobre o destino de Pete, Drobik também apontou alguns dos detalhes que foram adicionados à história para fazer El Camino parecer mais realista.

A fila de policiais em direção à casa de Skinny Pete poderia ser uma resposta do mundo real

Netflix
Cena de "El Camino".

“Vince queria algo realmente intenso, e você meio que sente: ‘Cara, ele está prestes a ser pego’”, Disse Drobik sobre a fila de carros da polícia que passavam por Jesse.

Se os eventos do final de Breaking Bad acontecessem na vida real, eles podem realmente provocar esse tipo de resposta prática, disse o oficial.

“Se algo como aquele tiroteio do último episódio realmente acontecesse, toda a cidade começaria realmente a aparecer”, revelou.

Carros são despejados a centenas de quilômetros de distância para despistar a polícia

Netflix
Badger se prepara para encobertar os rastros da polícia.

No filme, Badger (Matt Jones) tenta deixar o carro de Skinny Pete perto da fronteira com o México, tentando convencer a polícia de que Jesse havia dirigido para o sul para escapar. Drobik chamou esse detalhe de uma adição “brilhante” de Gilligan.

“Isso é verdade na vida real”, disse Drobik. Isso acontece. Carros ficam escondidos em lugares bem distantes. Quando os encontramos, pegamos as impressões, tiramos o pó e tentamos descobrir de onde ele é e juntamos todas as peças”.

Se você observar com atenção, o apartamento de Todd mostra sinais de que foi completamente revistado

Netflix
Jesse Pinkman chega no apartamento de Todd em "El Camino".

Sobre como a polícia revista o apartamento de Todd (Jesse Plemons) antes de Jesse chegar, Drobik disse que foram tomados muitos cuidados para essa encenação, como se os policiais realmente tivessem passado por lá.

“O mandado está na porta. Você realmente não pode vê-lo, mas há coisas detalhadas onde os mandados estão sobre a mesa”, disse Drobik. “Há muita poeira de impressões digitais. Para os entorpecentes, fazemos uma revista completa, então removemos todos os pratos das paredes para ver se havia buracos.”

Aqueles eram policiais de verdade de tocaia fora da casa dos Pinkman

Netflix
O Sr. e Sra. Pinkman (Tess Harper and Michael Bofshever) recebem uma ligação de Jesse em "El Camino".

Para pegar algumas armas da casa de seus pais, Jesse os afasta, fingindo que ele precisa que sua mãe e seu pai o busquem para que ele possa se entregar. Quando eles saem, presumivelmente policiais disfarçados seguem atrás deles.

“Se estamos à procura de um suspeito, vamos à casa da namorada e da mãe dele, ver se ele aparece. A maioria das pessoas volta a esses lugares”, disse Drobik.

Mas nem todos os policiais saíram de casa. Para tornar a cena o mais autêntica possível, Drobik disse que os policiais ainda estacionados do lado de fora da casa dos Pinkman eram policiais de verdade.

“Quando se trata de detalhes, eles queriam policiais que pudessem andar e conversar e portar as armas certas”, disse Drobik. “Os bastidores de cada cena são incrivelmente detalhados, como se eles realmente fizessem a lição de casa e soubessem o que querem. Eles não queriam um cara aleatório lá fingindo. Eles queriam a coisa real.”

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

Also on HuffPost