NOTÍCIAS
18/03/2020 14:05 -03

Shoppings e academias da Grande São Paulo vão fechar as portas até 30 de abril

Centros comerciais só poderão funcionar até segunda-feira (23). Ordem é do governo paulista.

Pilar Olivares / Reuters
Comércio em todo o país será afetado pela suspensão de funcionamento de shoppings e lojas.

Os shoppings e academias da Grande São Paulo ficarão fechados por mais de um mês para evitar a disseminação do coronavírus. Como aglomerações e circulação de pessoas em espaços fechados são desaconselhados neste período de pandemia, o governo paulista mandou os estabelecimentos paralisarem as atividades.

O governador João Doria explicou que os donos de shoppings e lojas devem se preparar para a suspensão gradual de funcionamento até a próxima segunda-feira (23), oficialmente o último dia em que os estabelecimentos poderão estar abertos.

“Ou seja, ao longo desses dias de amanhã, 19, até o dia 23 de março, os shoppings deverão ser fechados por razões sanitárias e proteção aos seus funcionários, aos seus profissionais e obviamente às pessoas”, destacou Doria. A paralisação dos shoppings será, a princípio, até 30 de abril. Essa medida não é válida para shoppings do litoral e do interior de São Paulo.

As academias da Grande São Paulo têm que encerrar gradualmente suas atividades até o próximo domingo (22). A retomada das atividades nelas também está programada para 30 de abril.

A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) já havia recomendado horário reduzido dos centros comerciais no País — das 12h às 20h.

Apesar da alta capacidade de disseminação do novo coronavírus, em cerca de 80% dos casos de contaminação, os sintomas aparecem de forma leve. Menos de 5% dos casos evoluem para um quadro grave.

Entretanto, idosos e portadores de doenças crônicas são considerados grupos de risco. A gravidade da doença é maior entre essas pessoas. As medidas de precaução são essenciais para evitar a contaminação deles.